segunda-feira, 30 de setembro de 2013

Atividade Paranormal - 3ª Temporada - Capitulo 8 - Noticias



 

 

Zayn: Tudo legal??!- me volto o encarando.

Eu: TUDO LEGAL?? TUDO LEGAL A PUTA QUE PARIU, SERÁ QUE ESSE MUNDO ESTÁ VIRANDO DO AVESSO CARALHO??

Zayn: OHH FALA BAIXO! – ele me dá um leve encontrão no ombro.

Eu: VOCÊ ACREDITA QUE MEU PAI ... V-VAI CASAR ... ele se esque-eceu de minha m-mãe poxa.

Zayn: Pronto, fica calma ...  – ele se aproxima de um jeito delicado de mim agarrando minhas mãos e entrelaçando nossos dedos – Eu tou aqui – não tenho palavras pra descrever isso, parecia que o Zayn que eu conhecia tinha voltado, aquele garoto que eu sempre amei, carinhoso que me fala tão calmo!! Envolvo meus braços em roda do seu pescoço e o abraço.

 

Eu e Zayn seguimos junto pra aula de história que foi uma autentica melação ... poxa aquela professora é a pessoas mais secante que eu já ouvi falando nossa que tédio!! Ainda pra mais agora essa história do casamento me deixou pior ... quando a aula terminou, fui no quarto peguei minha mala e arrumei uma roupa. Demorei um pouco a convencer o porteiro a me deixar sair mas lá consegui, apanhei um taxi e fui até minha casa, saio a porta do carro, olho a casa e sinto saudades desse lugar ... entro e vejo a imagem perfeita de uma familia feliz, meu pai e Madie muito íntimos almoçando frente da televisão no sofá. – Estou interrompendo?? – pergunto sorrindo falso.

Pai: Filha!! O que você está fazendo aqui meu amor?? – ele fala vindo junto de mim e sempre sorrindo como se eu fosse perdoar o facto de ele estar a colocar essa mulher no lugar de minha mãe!!

Eu: Pai eu quero ... – meu olhar cai sobre a noticia que passava na televisão

“ Um banco na cidade de Londres foi invadido a noite passada por um grupo de jovens, uma das vitimas acabou morrendo e o dinheiro foi praticamente todo levado, não se conseguem identificar os rostos de quem cometeu este crime, mas uma testemunha diz que estes aparentavam ter uns 18, 19 anos e seriam duas garotas e três garotos a invadir este espaço. As camaras de vigilância foram destruídas e não existem provas concretas da identidade “

Meu ar parece até faltar, engulo seco e sinto meu lábio inferior tremer.

Madie: Nossa esses garotos de hoje em dia são uns ...

Eu: São o quê?? Já parou pra pensar que nem todo o mundo pode ter uma vida perfeita onde não falta o dinheiro ... que há gente que não arranja nem um jeito de conseguir sobreviver?? Você não sabe qual é a dor de ver sua familia quase morrer á fome, não sabe o que é o desespero de um filho quando vê quem mais ama o abandonar ... é por isso que você nunca vai ocupar o lugar da minha mãe ... VOCÊ NÃO É ELA!! – as palavras saiam mesmo sem em as querer deixar fugir, meus pensamentos falavam mais alto, eu não podia deixá-la julgar o Alex por aquele assalto afinal ele fez aquilo pra defender a sua familia!!

Pai: S/n ... v-você participou nesse assalto?? – fico em silêncio tentando encontrar uma resposta – Fala a verdade pra mim s/n!! – ele me fala calmo, notava uma certa desilusão na sua voz ... apesar de tudo em não o queria magoar com isso mas ... assenti!! Ele leva suas mãos aos cabelos os agarrando e me volta a encarar, meus lábios se moveram e pedi “desculpa” apesar de minha voz não sair.

Pai: Não ... não ... não pode ... minha filha ... O QUE PASSOU NA SUA CABEÇA S/N?? MINHA FILHA NÃO É ASSIM!!

Eu: SUA FILHA É ASSIM PORQUE VOCÊ QUIS!!

Madie: S/n eu acho melhor você se acalmar, o que você fez é muito grave minha querida seu pai tem ra...

Eu: CALA A BOCA VAGABUNDA , VOCÊ NÃO TEM O DIREITO D...

Pai: S/N!! A Madie não tem culpa dos seus erros!!

Eu: Sabe o que essa puta que está ao seu lado quer?? Dinheiro!! Ou acha que alguém vai amar realmente você como minha mãe o fez??

Pai: Para de ser mal educada por favor ...

Eu: O QUE TEM HEIN?? VOCÊ NUNCA ESTEVE COMIGO QUANDO EU MAIS PRECISEI, NUNCA SE IMPORTOU SEQUER, PORQUE PRO SENHOR TUDO SE COMPRAVA COM DINHEIRO ...  e agora fala pra mim que essa não é a sua filha?!!

Pai: Não diga isso eu sempre tentei estar ao seu lado o mais que podia ...

Eu: E esse mais que podia eram o quê?? Duas vezes por mês??  ...  Apesar de tudo eu sempre o amei sabe?! Mas eu cansei desse amor não correspondido, cansei desse seu mundo ...

Pai: O que quer dizer com isso?? – eu estava decidida a sair daquela casa, quando ia falar, a presença de minha mãe volta novamente, vejo novamente sua imagem, ela sempre aparecia nos piores momentos pra me ajudar, vestia um vestido branco longo,  seus cabelos ruivos lisos, e um ar angelical, apenas era eu e ela.

Katlyn: Meu amor não faça isso seu pai não vai aguentar te perder!! Faz isso por mim querida, e fica junto dele ... acredita, a Madie vai fazer ele feliz!! – ela desaparece, olho meu pai que ainda esperava minha resposta.

Eu: Eu ... aaaaa ... eu aceito seu casamento ... só quero ver você feliz!! – me custou dizer isso mas minha mãe saberia melhor do que eu se isso era errado ou não, vejo um sorriso se formar nos lábios tanto de Madie como do meu pai. Acabei por jantar com eles lá em casa, durante todo o jantar não abri a boca, apesar de ter aceite isso eles tinham que me compreender e perceber que isso não ia ser fácil pra mim, quando terminamos peguei meu casaco e a bolsa. – Xau papai – digo dando um beijo em seu rosto.

Pai: Se cuida ... e vamos deixar o assunto do assalto entre nós!

Eu: Claro ... não quero que tenha vergonha da sua filha né?!! – digo fria.

Pai: S/n por favor não vamos começar.

Eu: Como queira – fui até á Madie e me despedi também, meu pai avançou pra porta enquanto nos despedíamos – Só quero que saiba que eu aceitei isso pela minha mãe e não porque gosto de você!! – falo arrogante e sigo até á porta – Adeus – dou de costas. Logo que entro no taxi pra ir de volta ao colégio penso que deveria ligar pro Alex e o avisar, pego o celular e vejo uma mensagem do Justin ...


 


Poxa que saco, ele julga quê caralho?? Faz merda, eu perdo-o, faz merda, eu perdo-o ... Pro caralho!! Se calhar estou sendo egoísta porque ele m-matou minha melhor amiga pra me proteger ... mas não consigo explicar o que sinto quando recordo esse momento ... por agora eu não consigo ainda o perdoar, agora não!! Envio uma mensagem pro Alex

 

“ Oi gatinho, a gente fez merda!! Já tá passando na Tv o assalto caralho!!”

“ Hey bebe, fica calma eles não tem provas que foi a gente!!”

“ Tá de zoação né?? Como pode estar tão calmo Alex??”

“ Heyy princess, é na boa tá!! Confia em mim ...”

“ Tá”

“Beijão eheh Alex”

“Idiota xoxo s/n”

 

Entrei o colégio e fui até ao quarto pegando logo no sono.

Acordei com o despertador tocando ... era hoje o dia do funeral ... entro no banheiro, a água cai sobre meu corpo me fazendo sentir mais leve, o dia ia ser difícil, pego umas cápsulas que ainda tinha e inspiro o pó, o sangue em minhas veias começam logo fervendo, tudo aquilo era como um choque elétrico em meu corpo, me mudava completamente, desligo a água e saio o banheiro, vou no closet pego uma roupa preta e prendo o cabelo.

 

Continua...

---------------------------------------Andy----------

domingo, 29 de setembro de 2013

Atividade Paranormal - 3ª Temporada - Capitulo 7 - Vai embora!!

 

 

Já iamos longe do banco, ouvi soar o som da policia, Alison, Jason, Bryan e Alex riam, finalmente paramos, nosso ar faltava, tinhamos andando uma longa distância, todos retiramos as carapuças pretas e eles pegam os sacos do dinheiro. Eles contavam o que conseguiram, deixo meu corpo cair pra trás e olho o céu estrelado, deixo um leve sorriso escapar de meus lábios... me sentia tão... livre!! Minutos depois sinto-os ir embora, o rosto de Alex tapa minha visão do céu.

Alex: Obrigado!! – ele fala, sua voz sai calma e baixa, seu dedo indicador percorre meu rosto o acariciando de leve provocando pequenos arrepios em mim. – Como você se sente?? – ele fala se levantando e dando uma mão pra mim me ajudando a levantar, sentia meu corpo tão leve, tudo á minha volta, todos os problemas pareciam ter desaparecido.

Eu: Me sinto... tão legal poxa!!- digo girando meu corpo, sentindo a brisa do vento que corria no ar, fazendo meus cabelos esvoaçarem,  Alex solta uma gargalhada e se senta me fitando – Que foi?? – pergunto o olhando com um sorriso bobo.

Alex: Nada... é só que v-você é tão ... perfeita!! – ele se levanta e vem junto de mim, meu corpo não se movia, sua mãos envolvem meu rosto – Gosto tanto de você s/n ... – ele cola nossas testas, sua respiração era pesada, meus olhos agarraram completamente nos seus olhos azuis que brilhavam ... nesse momento agradeci tanto a Deus ter conhecido alguém como ele, nossa é inexplicável ...

Eu: Obrigada – digo e meio que sai como um sussurro e o abraço forte.

Alex: Tá ficando dia ... v-você ...aaaa devia ir ... – assenti e dei um beijo na sua bochecha e segui embora. Poxa, meio que fiquei sem jeito quando ele falou daquela maneira pra mim ... foi estranho!! Entro o quarto silenciosamente tentando não acordar ninguém mas aquele caralho do Harry ainda estava acordado ... fodasse!!

Harry: Andou a fazer o quê miuda??! – ele me fala meio enrolado e sussurrando.

Eu: Que saco Harry... eu não fui fazer nada não!! – menti. – Vai dorme já faz tarde!! – nos deitamos, olho o relógio, já faziam cinco da manha puta.que.pariu que tarde!! Tentei fechar os olhos e descansar um pouco mas meu corpo era fogo... minha energia era infinita depois do assalto, nunca pensei fazer  isso!

 

Alex P.O.V.

Fodasse o que aquela garota me faz sentir é incrivelmente irritante!! Eu a quero, todo o mundo a quer, o poder dela sobre mim é tudo ao que quero fugir ... Ela é tão inocente, tão rebelde, eu tento não gostar dela mas simplesmente não consigo...  Não a quero deixar ir, quero tê-la a todo o momento comigo, percorrer cada curva do seu corpo, senti-la, tê-la só pra mim!! Minhas calças parecem que explodem ao seu toque, á sua voz ... Me sinto preso a ela, me deixa louco esta merda... me faz sentir um cachorrinho na sua mão mesmo sem saber!!

 

S/n P.O.V.

Agora seis da manha, ainda não dormia, senti uns olhos em mim me rodo na cama e ... – Tá acordado??

Zayn: Quer dormir aqui?? – ele fala meio sonolento quase com os olhos fechados.

Eu: Não tem mal?? – ele abana a cabeça negativamente, me levanto e deito ao seu lado, suas mãos envolvem minha cintura, encosto minha cabeça em seu ombro e adormeço.

Acordo com o barulho, já todo mundo me parecia acordado, comecei abrindo os olhos lentamente, as mãos de Zayn ainda tocavam meu corpo, ele dormia como um anjo, me levanto devagar.

Niall: Bom dia princesa!! Já todo o mundo saiu ... e eu estou no ir. Xau, adoro você! – ele fala rápido enquanto pega uma sandes e sai a porta, ainda estava meio sonolenta, vou pegar um sumo pra beber e olho as horas no celular ... QUÊ??  Jogo o sumo todo boca fora arregalando os olhos e ouço Zayn rir ainda com os olhos fechados.

Eu: SEU VIADO VOCÊ SABIA QUE HORAS ERAM!! – falo enquanto corro pra pegar meu uniforme.

Zayn: Bom dia ...

Eu: FODASSE ZAYN você sabe se eu levo mais uma falta por atraso estou fodida!!

Zayn: Nada que você não mereça!!

Eu: Filho da pu ...

Zayn: Até logo  - ele se levanta da cama já vestido, minha boca forma um perfeito “o”, aii esse babaca estava zoando comigo!! Jogo uma almofada contra a porta enquanto ele sai  - Também te adoro!! – ele sorri e fecha a porta.

Eu: IDIOTA!! – me visto apressadamente e consigo chegar dentro do tempo na hora do professor Richard ... enfia Malik!! O resto do dia correu normal, ainda ninguém recuperou totalmente da morte da Patrícia e do Liam mas tentamos viver e continuar em frente apesar de tudo, o funeral é amanha por isso já fomos pedir pra faltar... ainda me caem as lágrimas quando ouço falar nela ... a patricia era meu maior apoio ... Sabe agora eu creio que os anjos realmente existem, apesar da distância eu sinto que tenho ela comigo, queria realmente lhe puder dizer que não sei como alguém pode marcar tanto assim minha vida como ela fez! Tantas coisas ficaram, mais do que as que eu pensava ficarem das nossas memórias ... Não sei porque ela partiu, a tristeza que sinto, que vivo depois daquele dia ... o jeito como ela me marcou ... chego mesmo a ter medo do  futuro sem ter agora ela ...

Diretor: Tudo bem ... podem ir ... e os meus sentimentos! – minha mente nem atentava suas palavras, vi todos sairem e segui atrás – S/n ... – me volto – Tem uma visita pra você!

Eu: Pra mim?? – pergunto confusa.

Diretor: Sim ... vá até á entrada do colégio seu pai está lá! – assinto e saio, me despeço do pessoal e vou até á entrada, quando chego, uma mulher acompanhava meu pai, cumprimento meu pai e olho estranho pra ele.

Pai: S/n cadê a educação??! Cumprimente a senhora ... – ele falou sorrindo pra mim.

Eu: Eu não a conheço de lado nenhum – falei arrogante.

XXX: Olá querida ... meu nome é Madie!!

Eu: Sim  ... e o que isso me importa??

Pai: S/n por amor de deus seja educada!! – reviro os olhos.

Madie: Meu amor nós queriamos falar uma coisa importante pra você ...

Eu: E que coisa tão importante é essa hein?? – ela sorri pra mim agarrando a mão de meu pai. – Nós vamos casar – engulo seco... quê??

Eu: Papai ... diz pra mim que isso é uma brincadeira!! – minha voz, meu olhar, imploravam pra que isso fosse mentira, meu pai não tinha reação – Pa-paiii ...

Pai: Amor ... é verdade ... eu qu...

Eu: E minha mãe hein?? Esqueceu ela foi?? ...

Pai: Sua mãe... eu amava verdadeiramente mas ela m...

Eu: NÃO FALA ISSO, ELA NÃO MORREU!!

Pai: S/n, a Katlyn e certeza que iria querer que eu seguisse minha vida!!

Eu: Seguir sua vida não implica ter uma vadia ao seu lado para ocupar o lugar da minha mãe!

Pai: Ninguém está a ocupar o lugar da sua mãe!! Eu estou tentando reconstruir minha vida, pra mim também está sendo difícil ultrapassar a perda de sua mãe, mas isso é o mais certo ...

Eu: O mais certo pra quem??  

Madie: Pra todos meu amor ... a gente pode se conhecer melhor e talvez n...

Eu: TALVEZ NADA!! VOCÊ NUNCA VAI SER A MINHA MÃE, NUNCA ENTENDE?!!

Madie: Minha intenção não é ocupar o lugar da Katlyn s/n.

Eu: ENTÃO VAI EMBORA!! ... Pai se você seguir com esse casamento pode esquecer que algum dia teve uma filha entendeu?!

Pai: S/n...

Eu: SAIM DAQUI EU NÃO QUERO OUVIR MAIS NADA ... SAIAMMMMM!! – as lágrimas já tomavam conta do meu rosto, sinto uma mão tocar meu ombro.

Zayn: Tudo legal??!- me volto o encarando.

Continua...

-------------------------------------Andy------------

sábado, 28 de setembro de 2013

Irresistible - 2ª Temporada - Capitulo 13 - Tudo deu errado

Demorou um pouquinho né? Já começa tornando hábito isso, mas, mais uma vez, já está prontoooo!!

 

Harry: Precisamos falar ... – tudo estava correndo mal, o que tinha pra dar errado já deu, por isso ir com o Harry não ia mudar nada ...  o sigo, quando finalmente paramos num lugar calmo me sento no banco esperando ele se  sentar. – S/n ... eu só fiz isso porque realmente pensei que eu e  você ..

Eu: VOCÊ É O MAIOR FILHO.DA.PUTA. QUE EU ALGUMA VEZ CONHECI, NA HORA EM QUE SEU “AMIGUINHO” TÁ GOZANDO VOCÊ NEM LEMBRA DO SEU MELHOR AMIGO E DEPOIS VEM FALAR EM TRAIÇÃO E FALSIDADE??

Harry: JÁ PENSOU QUE EU POSSO SENTIR POR VOCÊ AM...

Eu: CALA-TE!!

Perrie: Harry?!! ... – ela o encara e logo me vem abraçar – O que ele fez?? – ela me pergunta, me limito a não responder, ela se apercebe de que a presença de Harry me incomodava  -  Vai embora Harry!! – ela fala calma pra ele.

Harry: S/n ... – ele me chama, sua voz parecia triste, elevo meu rosto e movo a cabeça negativamente mordendo meu lábio inferior e sentindo meus olhos brilharem.

Eu: Quero ficar sozinha!! – digo pra Perrie, ela sorri e me dá um leve beijo na bochecha, dou de costas e continuo caminhando pelo jardim sozinha com minha cabeça mil á hora e sem saber bem agora o rumo da minha vida!!

 

 

Harry P.O.V.

Perie: Poxa Harry, eu te avisei pra não a magoar mais ... e o que você fez?? A pos a chorar mais uma vez pra variar ... – Eu odeio ver a s/n assim mas ela é tão parva não percebe que gosto dela caralho, não dá nem hipotese nem de lhe falar, ela sufoca-me!!

Eu: E SE EU GOSTASSE DELA??

Perrie: CHEGA DISSO... vê se cresce Harry, já é altura disso!!

Eu: Perrie ... – agarro seu braço a olhando fixamente, não estava certo se o que iria falar era certo mas ...  – Eu me afasto dela mas me faça uma promessa ... NUNCA mais coloque ela na minha frente, ela que suma de uma vez por todas entende??!! – falei bem sério, Perrie apenas me encarava, notava que o seu olhar percorria cada emoção minha tentando perceber nitidamente o que eu falava, ela ficou em silêncio, solto seu braço e dou de costas, ouço sua voz soar atrás de mim e me volto mais uma vez.

Perrie: Você gosta realmente dela?? – engoli seco, meus olhos piscaram, senti a resposta querer sair minha garganta mas a voz falhar, sigo meu caminho sem falar. Entro em casa, bato a porta e não falo pra ninguém simplesmente vou no quarto e me deito.

 

 

S/n P.O.V.

Ainda andava pelas ruas de Londres ... se me sentia perdida?? Talvez ... minhas lágrimas já secaram me restava agora a dor que envolvia meu peito!! Sinto o celular vibrar era uma mensagem de Liam lembrando a festa que ia rolar no Domingo ... isso me dizia que eu tinha apenas dois dias pra estar afastada desse  mundo!! Fui até casa fiz uma mala a enchendo com poucas roupas e saí, me senti aliviada em não ter cruzado com o Harry. Durante esse tempo, fui na minha casa, sentia falta de tudo aquilo, falta de MINHA vida normal! Fui na praia de Bradford, voltei a quando tudo era perfeito ... 

Hoje já é Domingo, tenho medo de nessa balada rolar algo mal, algo me diz que realmente meu lugar não era lá mas sim em casa ... mesmo assim arrisco!!

 

Eu iria com a Perrie e a Jade, a Jade é uma garota da banda onde a Perrie canta, e a gente seguiria junto pra balada que seria junto ao mar, quando saio de casa penso melhor e reparo que talvez lá fizesse mais um pouco de frio e minha roupa nao iria favorecer né!! Vejo o carro delas chegar e elas saem vindo até mim.

Perrie: Oiiii menina, quantas saudades de você hein?! – ela segue até mim se tentando equilibrar nos saltos e me abraça.

Jade: Hey linda!!

Eu: Oii meninas!! Como tou?? – digo dando uma voltinha.

Perrie: Tá linda sua convencida ... agora vamos que a gente tem uma balada pra ir!

Eu: To falando sério! To bem ou…? – digo dando mais uma voltinha.

Jade: Tá linda! Sem querer ser intrometida mas… tem alguém que você queira impressionar ou assim?? – por momentos meu cérebro deixou de processar, logo um arrepio percorreu meu corpo. 

Eu: Não não!! Eu vo ter frio, isso sim!! Mas agora vamo embora pra não chegar atrasadas!! – ela apenas tentou ser simpática, mas eu não me sentia mais a vontade pra continuar de papo com elas, então seguimos reto pra balada. Chegamos 20 minutos depois. Dei uma volta pela festa, não tinha muito pessoal conhecido, na realidade eu não conhecia a maioria do pessoal que lá estava! Cada vez mais pessoas iam chegando, bem vestidas, porem ao natural, uma roupa de praia mesmo… dei mais uma volta de olhos até que sinto alguns braços me empurrarem, junto com elas. Uma delas falou, e todo o pessoal que nos amontoava parou também. Pelo que havia percebido eram uns tais de mixers. É isso mesmo, fas delas, pensei.

Mixer: Perrieee, eu te amo!! Me dá um autografo? Um abraço? Perrieeeeee!!! – elas faziam gritarias, algumas quase se matavam, outras choravam, outras riam que nem tolas…  

Perrie: Calma, calma meninas!! Vamos mais lá pra frente, eu lá posso falar com todas vocês assim tá bom?! Vão com a jade, eu já vou ter convosco tá bom?! – ela sorriu como um anjo, elas sorriram todas também e jade foi andando pra frente, enquanto todas as garotas e alguns garotas corriam atrás dela. Eu nem achei aquilo seguro, alguém se vai machucar ali mesmo!! – Desculpa s/n, eu vo ali um pouquinho falar com as mixers – ela sorriu dizendo a palavra – e já volto!! Não faça nenhum disparate, eu estou de olho em você!! – piscou o olho e me deu um beijo na bochecha, assenti e ela saiu andando até a confusão. Suspirei, mais uma vez sozinha… mas como eu digo, “mais vale sozinha do que mal acompanhada”!! Caminhei até uma zona de bebidas penso eu, pedi uma bebida forte qualquer, nem sei o nome direito… bebi ela toda de um gole. Voltei pra trás e fui até uma zona mais sossegada. Era quase de noite, estava um pouco frio e eu estava muitooo arrepiada mesmo. Vários calafrios passavam por mim.


Continua...

----------------------------Andy&Patricia---------  

 

 

quarta-feira, 25 de setembro de 2013

Magic - 3ª Temporada - Capitulo 3 - FODASSE!

 
 

Tempos depois levantamo-nos. Vestimo-nos. Uma coisa que não me saia da cabeça seria se alguém mesmo teria ouvido alguma coisa… se o Zayn ouviu alguma coisa… eu sabia que iria machucá-lo se eu fizesse isso mas… afinal nick é meu namorado, eu posso fazer com ele aquilo que eu quiser! Mas… ele iria ficar distante, eu não queria isso, mas também não podia fazer nada para o impedir… Quando saia da porta ouvi alguém soluçar do outro lado. Bati na porta, uma sombra era projetada na parede, podia perceber-se que alguém se encolhia em um canto, tentando esconder-se e não fazer barulho, alguns objetos eram chitados… Aproximei-me…

Eu: Que foi que esse filho da puta te fez dessa vez hein?! Ahh não, dessa vez ele vai ouvi-las, e não vão ser poucas!!!!

 

 

Patricia: NÃO!! Para andy, você não pode resolver tudo no mundo, muito menos quando esse problema envolve você tambem!! – ela se levanta, e me encara, seus olhos levemente avermelhados.

Eu: Você não percebe que isso não pode continuar?? Você vai tirar esse idiota daqui e vai ser hoje!! Ainda hoje chegou e só arranja problema… filho da p

Patricia: PARA ANDY!! EU DISSE QUE VOCÊ NÃO VAI FAZER E VOCÊ NÃO VAI!!

Eu: MAS VOCÊ TEM DE EXPULSAR AQUELE BABACA!! VOCÊ NÃO VÊ QUE ELE VAI ACABAR COM O SEU NAMORO E O DO LOUIS?! E ELE SÓ SABE PERTURBAR AS PESSOAS PATRICIA!! VE SE ENTENDE!!

Patricia: PARA ANDY! POR FAVOR!! Você vai se machucar… - falou por ultimo, sussurrando…

Eu: O QUE ESSE BABACA PODE FAZER MAIS?? NADA!! ELE É UMA MERDA QUE ANDA AQUI NO MUNDO PATRICIA!!! – meu lado raivoso sendo ativado…

Patricia: VOCÊ NÃO PERCEBE QUE DEPOIS QUEM SE MACHUCA SÃO OS OUTROS?! SE O PROBLEMA FOSSE EU, EU NÃO ME IMPORTARIA, MAS SÃO VOCÊS, VOCÊS QUEM SOFREM DEPOIS POR MIM, ALGUÉM QUE NÃO VALE A PENA O ESFORÇO, POIS SÓ TRARÁ PROBLEMAS ENTENDE?! PARA COM ISSO, POR FAVOR!! NÃO FAZ NADA!!! SÓ FICA… - inspirou - quieta… - “E NADA TE PODERIA ACONTECER SUA PARVA!!” “Você vai se machucar…” “VOCÊS QUEM SOFREM DEPOIS POR MIM”… o que tem de errado com ela, o quem te de errado com nick… o que tem de errado agora? Joe? O mesmo idiota de sempre… ele seria capaz de ameaçar alguém? Ameaçar, só para ficar com ela? Ver ela sofrendo… mas do seu lado??

Eu: O que foi que o joe disse pra você patricia?? – falei calmo pra ela, seu olhos deitavam lágrimas, talvez de raiva, ou desespero…

Patricia: O joe… - soluçou – ele… - mais lágrimas, deslizavam por seu rosto – eu ia expulsa-lo de casa, mas… aí ele me agarrou e me ameaçou, dizendo que meus amigos, principalmente você e Louis quem iriam sofrer mais… só pra ele ficar comigo… ele, ele tá obcecado, ele tá louco andy!!

Eu: E-ele… ele fez o quê? – minha boca se abria em um perfeito “o”, fiquei quieta, silêncio agora permanecia, apenas nossas respirações podiam se ouvir… - o que vamos fazer agora pra tirar ele daqui? Nós temos de arranjar maneira d…

Patricia: andy… para…. Não tem volta a dar…

Eu: HÁ SEMPRE VOLTA A DAR!! AQUELE IDIOTA PENSA QUE PODE FAZER O QUE QUER COM AS PESSOAS?? E eu pensar que era meu amigo… desde a tanto tempo, e agora ele faz isso agora… palerma… viado, idiota, estupido, filho da p…

Patricia: É, eu sei… - ela riu um pouco…

Eu: Vê? Eu sabia… já te fiz sorrir!! Eheheh – sorri pra ela, ela suspirou, vi um sorriso se formar em sua cara, ela pensava em algo… eu não sei o que, mas ela gargalhava baixinho…

Patricia: Sabe que toda a casa deve ter ouvido o que você e o nick tiveram fazendo esse tempo não sabe?! Tentem fazer menos barulho na próxima!! – senti minhas bochechas queimarem, meu rosto devia estar beemm vermelhinho já!!

Eu: V-você ouviu?? Tudinho??
Patricia: Eu tentei não ouvir… mas vocês faziam demasiado barulho colega!!

Eu: Afff larga de ser chata! Eu não sabia!!! Ou você acha que eu queria que tooodo o mundo soubesse hein??

Patricia: Eu sei lá!! O que você faz com o seu namorado é consigo!

Eu: Atá!! Que chata poxa!! Agora vo falar com o caralho do Joe!

Patricia: Não vai não!

Eu: Ah vo sim!! E não vai ser você a me impedir!!

Patricia: ANDY!! – avisou – eu falei que você não vai, e você não vai!! Você não percebeu já como ele é?? Você só pode ser tola!! Você não vai nem dirigir a palavra pra ele, e nada do que eu falei aqui pode se saber!!

Eu: Porque??
Patricia: Porque não andy!! Poxa que teimosa!! Vai embora logo!!! E nem pense em falar com ele!! Vai esfriar essa cabeça!


Eu: FODASSE!!

 

falei saindo do quarto, bati com a porta. Eu caminhava pelos corredores apressada, desci até a cozinha. Peguei um copo, mas aí ele se quebrou no chão… - merda… - falei stressada, suspirei, virei costas e bati no peito de alguém.

Zayn: Oi – falou frio – quebrou o copo?? Eu também queria quebrar a cara de um garoto aí…

Eu: Desculpa? Em que posso ajudar?? – falei um pouco fria, ele estava distante.

Zayn: Está tudo bem com você… e o nick?? Ahh deve estar, ou você deve ter se magoado, eu só ouvia gemidos… eu ainda pensei em ir ver o que era, mas decidi não incomodar…

Eu: V-você… v-v...

Zayn: É EU OUVI SIM ANDY!! VOCÊ ESTÁ PARVA?? NÃO PODIA PELO MENOS ESFORÇAR-SE EM FAZER MENOS BARULHO?!! ATÉ OS VIZINHOS DEVEM TER OUVIDO!!!

Eu: CALA A BOCA ZAYN!! FODASSE! – supirei, virei costas ele me agarra o braço e vira pra ele – FODASSE ZAYN, VOCE ACHA QUE EU QUERIA ISSO?? PELO MENOS ME SOLTA!! E PRA ALÉM DO MAIS, ELE É MEU NAMORADO, EU POSSO FAZER O QUE EU QUISER!!

Zayn: POXA GAROTA, VOCE NÃO SABE O QUE EU SENTI QUANDO OUVI!! MAS QUER SABER?? EU VO ESQUECER, ESQUECER MESMO, TUDO!! VOCÊ NAO VALE A PENA... SÓ PENSA EM VOCÊ, E ESTÁ POUCO SE FODENDO PRO QUE OS OUTROS PENSAM... – ele solta meu braço e vai até um canto da cozinha, mantive-me no meu lugar, vejo ele puxar seus cabelos com força... - eu te amo…

 

 

 

Continua...

----------------------------------------Patrícia----------------

segunda-feira, 23 de setembro de 2013

Atividade Paranormal - 3ª Temporada - Capitulo 6 - Assalto

 

S/n P.O.V.

 

Minha vida tem dando um giro enorme, nem sei quem mesmo sou!! ... A única pessoa que realmente me fazia sentir bem era o filho da puta do Alex, ele, as drogas, tudo isso ... era pra aí que ia mais uma vez, cheguei na rua onde ele sempre estava com o seu pessoal, não passava por lá faz um tempo, volto os vendo, me aproximo, todos me olhavam de canto e desconfiados como sempre os conheci, Alex dá um movimento com a cabeça lhes dando ordem pra irem e nos deixarem sós, eles partem, ele me olha sério mas depois manda um sorriso safado, não consegui nem corresponder, e baixo meu rosto novamente pro chão, sinto sua mão acariciar minha bochecha e me faze-lo encarar, simplesmente o abraço forte e ele corresponde ao abraço me acolhendo em seus braços, passamos assim um momento, me afasto limpando minhas lágrimas.

Eu: Eu preciso ... – digo direta pra ele.

Alex: Agora não!!

Eu: Alex passa essa porra caralho!!

Alex: Hey princesa, calma!!

Eu: A Patrícia morreu ... – falo calma pra ele, meu coração doí falando isso. – MEU CORPO GRITA POR ISSO ALEX, ESTOU FICANDO FRACA, SEM FORÇAS, ME DÁ POXA!!

Alex: Eu tenho melhor que isso ... se você quiser!!

Eu: Mais fo-forte??

Alex: Não!! O que você precisa é de quebrar regras, correr riscos, atravessar essa linha ... precisa de se sentir viva!! – ele tinha razão. – Isso é algo diferente ...

Eu: Fodasse diz logo, que seca essa merda de conversa!!

Alex: Assalto ...

Eu: VOCÊ PIROU DE VEZ!! UM ASSALT ... – ele tapa minha boca com a sua mão me encostando bruscamente no muro.
Alex: Eu preciso do dinheiro ... se não for eu minha família morre á fome  entende?? ... Claro que não entende porque você é só mais uma pita rica e mimada ... Tem dinheiro, tem tudo o que quer!! – ele fala sério sem descolar seu olhar do meu, sua voz saia agressiva comigo, forte rouca, me deixava desconfortável.

Eu: Sou rica, sou mimada ... e você é um pobre que não tem onde cair morto car...

Alex: Mede as palavras antes de falar comigo s/n!! – diz agarrando meu queixo firmemente.

Eu: Aqui você que tem de medir as palavras ... porque é você que precisa de mim bebe!!- digo, seu rosto a centímetros do meu, sua mão estava na minha cintura, ele morde meu lábio inferior e se pressiona mais contra mim, sua mão me roda fazendo minhas costas baterem em seu peito e ele beija meu pescoço ainda agarrando meus braços á frente.

 



Alex: Vai fazer ?... – ele sussurro em meu ouvido, sinto sua respiração quente bater contra meu lóbulo, seus lábios voltam a encontrar meu ponto fraco e ele suga minha pele atrás da orelha, seus dedos correm minha virilha – Hã?? ...

Eu: Cabrão... – digo me voltando agora pra ele, ele sobe sua mão dentro da minha blusa percorrendo agora meu sutiã. – Eu faço!! – ele me olha e sorri, se fasta de mim e me recomponho. – Onde??

Alex: Há um banco aberto durante todas as noites ao serviço do público ... é esse!! – assinto, ele me conduz até ao lugar onde está o resto do seu pessoal. – Esse é o Bryan – ele aponta para um rapaz alto que usava touca, moreno de olhos azuis  - Aqui o Jason – olho o rapaz encostado á ponta loiro com uns olhos cor de mel, usava roupas largas e um cap escuro. –  Alison – ele fala pra rapariga de cabelos longos pretos, uns  enormes olhos verdes com um piercing em seu lábio – Essa – diz falando de mim – é  ... minha menina!! – ele fala agarrando minha mão e nos juntando – Quero ela bem protegida entenderam??  ... essa puta de merda tem de dar certo pessoal, se o dinheiro não entra estamos fodidos!! – ele pega uma mala preta e saca de lá umas armas e carapuças pretas, dá uma a cada – Toma – ele fala me estendendo uma arma, sinto meu corpo estremecer, balanço a cabeça negativamente – Pega nela ...

Eu: ALEX NÃO CONSIGO!! – ele solta um suspiro alto.

Alex: Ouve ... – ele junta seu corpo ao meu e aponta  arma no meu ombro enquanto me fala – Eu preciso de você AGORA ENTENDE!! Pega nela – ele me passa a arma, receio mas  agarro – Confio em você!! – ele beija minha testa, seus lábios estavam molhados, seu corpo bastante quente, duvidei que fosse nervosismo mas não encontrava outra resposta. – MALTA, é agora! – ele dá sinal, sigo atrás dele, todos saltam o muro das traseiras que dava pro banco, eles eram bastante ágeis e não tinham dificuldade em passar mas eu não estava habituada a isso, aliás eu NUNCA assaltei, nem uma simples caixa de rebuçados!! Alex estende suas mãos envolvendo minhas ancas e me trás abaixo do muro, todos seguiram até á porta do banco e vi-os retirar as armas do saco e colocar entre os boxes ... as mãos dele ainda me agarravam, tinha o corpo gelado, meus lábios chegavam a tremer com o medo ... e se essa merda desse errado?? Ele afasta uma mexa do meu cabelo pra trás colando sua testa na minha – Hey babe!! Eu vou proteger você ... prometo tá!! – essa era a primeira vez que via o Alex agir bem comigo.

Eu: E se der errado Alex?? – pergunto fraco, ele tenta procurar uma resposta mas não consegue achar ela, porque tal como eu ele sabia que esse ia ser nosso maior erro ...  – ALEX!! – ele se volta pra mim e sinto seus dedos segurarem meu rosto.

Alex: Eu te amo – seus lábios unem nos meus e ele pede passagem para um beijo melhor.

 

 
 
 

Me sinto confusa depois disso, ele nunca antes me tinham falado desse jeito, nem mesmo seu beijo era tão verdadeiro e  ... verdadeiro mesmo!! Sinto ele me olhar esperando alguma reação apenas entrelaço minha mão na sua e sigo até á porta do banco. Fecho os olhos e logo ouço as portas abrirem, baixo meu carapuço preto e entro.

Alex: PASSA A GRANA FILHO DA PUTA OU ACABO COM VOCÊ ... VAIIIII – ele grita mais forte levando a arma á cabeça do senhor, todos os que estavam no banco se jogam no chão. Alison atirava nas paredes e nas caixas trancadas, tirando o dinheiro que lá guardavam, reparei na minha mão ainda agarrada á de Alex. – NO CHÃO VIADO DUM CARALHO!! – ele grita pra um senhor já de idade que tentou sair a porta, Bryan, Jason e Alison andavam pelo edificio verificando o espaço, vejo Jason agarrar uma garota pelo cabelo e apontar a arma pra ela.

Jason: SUA CABRA, PASSA A GRANA!! – ela morde o braço dele o fazendo soltar um grito rouco, ela tenta fugir dos seus braços e por momentos consegue mas seu braço é bruscamente agarrado por ele – PUTA, SE MEXE  MAIS UMA VEZ EU ATIRO EM VOCÊ CARALHO!! – ela lhe passa seu saco já chorando e ele a deita pra um canto, desvio minha atenção pro Alex que ainda esperava todo o dinheiro que o senhor lhe ia passando pra mochila.

Alex: Pega o dinheiro dali – ele me fala calmo apontando pra uma caixa vazia, vou até lá e vou tirando devagar o dinheiro, meu olhar se fixa num garoto que mexia o seu celular e estava escrevendo mensagem, fiquei com medo ... mas se eu o deixasse nós que nos fodemos.

Eu: LARGA O CELULAR!! – grito apontando a arma nele, me aproximo e quando estava próxima dele dou um chuto no celular que estava em sua mão e baixo a arma, reparo que Alex estava atento a cada movimento meu, vi-o sorrir depois disso, me distraiu o fitando e de repente alguém agarra-me pelo pescoço me fazendo até perder o equilibrio, deixo a arma cair da minha mão e solto um grito que quem me pegou abafou colocando sua mão em minha boca.

XXX: LARGUEM O DINHEIRO OU EU ATIRO NELA – Alex nos olha, vejo seus olhos transbordar de raiva, ele cerra os punhos.

Bryan: Larga a miúda caralho – ele cospe as palavras, Alex tinha os olhos brilhando, sinto uma lágrima cair  pelo meu rosto e ele se apercebe, Bryan,  Jason e Alison pousou as armas, o senhor que dava o dinheiro ao Alex lhe fala.

XXX2: Me dê o dinheiro – sua voz saia ainda com medo da reação de Alex.

Alex: CALA A BOCA SEU VELHO – ele se volta gritando na cara dele ... ele simplesmente não pousava a arma, sinto o garoto que m,e agarrava rodar  as balas ativando a arma... o braço de Alex joga o saco do dinheiro pra junto de nós – TOMA  A GRANA, PEDE O QUE QUISERES, MAS LARGA A MIUDA !!

XXX: Baza!!

Alex: QUÊ?? FODE-TE ... DEIXA-A CARALHO!!

XXX: Ela fica ...

Alex: SE ELA FICA EU FICO! – ele coloca o dedo no gatilho, vejo Alex estremecer – SE ESSA PUTA DISPARA EU ACABO CONTIGO MANO!! – fecho os olhos deixando as lágrimas cair,  aarma pressiona contra meu cabelo e  ... – Ohhh meu deus – ele ma agarra contra seu peito, sinto-o chorar, as pessoas gritavam, ele me solta olho e vejo o corpo do garoto que me agarrou atrás de mim estendido, deitando sangue pelo peito, Jason, Bryan, Alison pegam os sacos  e as armas siando a porta a correr, Alex me empurra na sua frente saindo também  - FODEU SEUS FILHOS DA PUTA!! – ele joga uns tiros no ar e fugimos.

 

Continua...

-------------------------------------------Andy------------

 

sábado, 21 de setembro de 2013

Magic - 3ª Temporada - Capitulo 2 - Superei suas expectativas?

 CAPITULO HOT!! Quem não gosta, não aconselho a ler!! Comentem!!



 

Eu: VOCÊ NÃO TINHA DE FAZER NADA!! PORQUE ISSO? ESSE NOJENTO?

Nick: EU FIZ ISSO POR VOCÊ!! VOCÊ NÃO PERCEBE?

Eu: FEZ ISSO POR MIM?? O QUE? EU AGORA PRECISO DO JOE PRA CAGAR É?

Nick: NÃO! PORQUE EU TE AMO, E NADA TE PODERIA ACONTECER SUA PARVA!! – sinto ele se aproximar, me amarrar a cintura e nos empurrar contra a porta, minhas costas embatem na porta, sinto uma dor ligeira percorrer meu corpo com o embate. Ignoro. Seus lábios rapidamente pressionados nos meus, um beijo rápido, desesperado. Deixo-me levar. Nossas línguas se chocavam, seus dedos percorriam meu corpo, minha perna ligeiramente elevada contra a porta, nossos corpos pressionados um no outro. Por baixo de sua calça uma leve elevação se notava. Se entrei em pânico? Como assim ele estava excitado com apenas um beijo? Eu sou inocente tá??  Parei o beijo.

Eu: Que é que é nick? Porque isso agora? Porque tá tão excitado? – perguntei ofegante, tentando recuperar o ritmo.

Nick: Ahhh andy, nem sabe a quanto tempo eu espero por isso princesa!! – ele dizia ofegante, sua mão novamente pressionada em minha cintura, quase pronto para iniciar outro beijo escaldante. Eu estava um pouco assustada, eu nunca tinha feito isso antes, e tinha medo que ele pudesse me achar uma menina “inocente” e tonta…

Eu: N-nick… eu… eu nunca fiz isso antes!

Nick: Eu sei princesa… e eu quero ser o primeiro… apenas deixa-te levar…

Eu: Eu tenho medo! Medo de… eu tenho medo de não atingir suas expectativas… - falei envergonhada… ele solta uma gargalhada abafada.

Nick: eu tenho a certeza que irá atingir e até mesmo ultrapassá-las… - impressionei com suas expectativas, um fogo dentro de mim lentamente se formava, agora meu corpo esquentava cada vez mais, ele afasta meu cabelo pro lado e seus lábios encontraram os meus, outro beijo se formou, seus olhos brilhantes já não me olhavam mais, agora fechados, sua mão grande em minha cintura, outra em minha perna a apertando fortemente e me segurando contra a porta, meus dedos deslizaram por sua camiseta enquanto eu a retirava, beijos escaldantes eram deixados em meu pescoço, seguidos de mordidas, ele gargalhava ligeiramente, pensei em brincar um pouquinho… apertei seu membro com força e ele geme contra meu ouvido. Sorri e mordi meus lábios.

Eu: Apesar de tudo… ninguém brinca comigo sem levar troco! – ele sorri mordendo seus lábios, ele me levanta no seu colo e me joga na cama com força. Ele caminha na cama até me alcançar e segura em minha nuca, me aproximando de si, nossos rostos próximos, sua respiração confundida com a minha me deixando mais nervosa e quente, e então começa seus beijos viciantes, enquanto se livrava de minha camisola. Minhas mãos deslizavam por dentro de suas calças enquanto as retirava com pressa. Eu não queria nem me preocupar com nada, queria esvaziar a mente, e apenas me libertar, e fazer o que eu queria. Sua língua descendo por minha barriga, chegando em barra de meus calções, os prendendo entre os dentes e puxando pra baixo. Fiquei insegura, sim, mas mais irrequieta, ele solta meus calções no chão e volta suas atenções em mim, mais precisamente em meus seios cobertos pelo fino tecido de renda azul turquesa, sorri mordendo os lábios e vai subindo até mim, seus lábios molhados encontraram minha bochecha, descendo por meu pescoço, chegando em meu peito, mordendo lá e passando a língua levemente. Um arrepio percorre meu corpo. Vejo ele sorri e molhar seus lábios com a língua e se levantar…

Eu: O-onde você vai? – ele sorri de canto e vai até à porta, roda a chave e vem até mim, se posicionando em cima.

Nick: Acho que assim será mais seguro… - ele sussurra contra meu ouvido e morde meu lóbulo, paralisei pensando no que iria acontecer dali pra frente. Até que meu sutiã é arrancado e jogado no chão com toda a brutalidade, me retirando de meus pensamentos infinitos…

Eu: filho da … AHHHHH – gemi quando senti sua boca em meu seio, segurei forte nos lençóis, ele iria deixar marcas de certeza! Fecho os olhos suspirando e tentando conter os gemidos que ele tanto apreciava. Seus dedos fincados em minhas coxas, enquanto eu deixava minhas mãos irrequietas descansarem no colchão, meu coração bateu mais acelerado quando senti minha calcinha sendo abaixada e jogada pro lado, ele me olha, seus olhos refletiam desejo, algo que eu nunca pensei ver de nick tao cedo assim… nem tao cedo nem tao tarde… eu não pensei e acabou!! Meus olhos se esbugalharam quando vi seu membro literalmente pular pra fora, já ereto. Foi então que me apercebi do poder que eu posso ter sobre ele, bastava apenas saber usá-lo… as batidas de meu coração mais rápidas, meu corpo mais quente, suado, então ele me olha e se posiciona bem em cima de minha intimidade, gemi baixo.

Nick: tão gostosa… - ele cola nossas testas – espero que aguente… – ele sorria malicioso, e logo de seguida, ele me penetrou, seu membro todo em mim, um grito arrancado fora de minha garganta. Então ele começa lento, mas bruto, bem fundo.

Eu: Ahh… ni..NIIICKKK… - gemo contra seus lábios – mais…

Nick: desculpa… tem de falar mais alto pra eu ouvir princesa… - sorri, mas meio que irritada, até agora ele me chama de princesa… reviro os olhos, eu não queria dar parte de fraca. Então arranho suas costas com força, ele geme abafado e sorri de seguida, então sinto ele aumentar a velocidade e a força de seus movimentos. Chegou em um ponto em que nenhum de nós mais conseguia aguentar, os gemidos ecoavam pelo quarto, seus ligeiramente roucos, meus mais finos. Sinto meu corpo se contrair um pouco, ele percebe que eu iria chegar lá e se afasta de mim, retirando seu membro totalmente. Guincho de desprezo e imploro pra que ele continue, ele apenas sorria malicioso e mordia os lábios, não cedendo pra mim. Em um movimento rápido e desesperado aperto seu membro com força, ele grita, aperto com um pouco mais de força, vejo ele fechar os olhos e movendo seu corpo. Paro. – Não tem como recusar agora… - ele abre minhas pernas, sinto minha intimidade se contrair novamente, então logo sinto ele me penetrar brutamente, me arrancando um grito rouco, um líquido quente escorre por minhas pernas. Ambos gozamos ao mesmo tempo. Jogamos nossos corpos suados no colchão, esperando nossas respirações voltar ao normal. Meu coração palpitava rápido, minha respiração descontrolada, um lençol fino permanecia agora sobre nossos corpos. Encolho-me na cama, encosto-me em uma ponta. Sinto seus dedos em minha cintura me puxarem até ele, minhas costas batendo em seu peito. Podia sentir sua respiração, ele sorria um pouquinho.

Nick: Vem cá gostosa… - inalei seu perfume, ainda persistente nos lençois, virei-me pra ele, seus lábios rosados de os morder, seu cabelo desarrumado, seu corpo suado…

Eu: acha que alguém ouviu alguma coisa? – perguntei baixo, brincando com seus dedos. Ele solta um sorriso safado…

Nick: eu espero que sim…
Eu: superei suas expectativas? – perguntei brincalhona.

Nick: nem sabe o quanto!! – ele morde os lábios.

 

Continua...

-----------------------------------------Patrícia----------