quinta-feira, 31 de outubro de 2013

Aviso: Testes

 

Entaoooooo... tenho más... ou boas noticias, como entenderem!! De momento tenho tido muuuito pra estudar, porque eu tenho testes, ou provas, como quer que digam... (já viu que sorte, hein?), então eu não posso vir aqui, e tenho que ficar estudando!! Mas, assim que eu puder eu venho logo, em principio esse fim-de-semana já devo postar algo!!

Bjss

xxPatricia 

domingo, 27 de outubro de 2013

Magic - 3ª Temporada - Capitulo 7 - Pronta?



Zayn: Desde então eu venho pra cá todos os dias… - ele suspirou, o olhar baixo, amedrontado, talvez com minha reação…

Eu: Eu… eu não sei o que dizer… - algumas imagens passavam por minha mente. Então eu percebi minha discussão toda com joe… uma luz branca passou por frente de meus olhos e uma dor repentina passou em minha cabeça… então eu lembrei de patricia e joe… ele é bem pior do que eu alguma vez imaginei… eu diria mesmo… um monstro…

 

 

Patricia P.O.V.

 

Eu: Bem, eu vou sair! Vou até lá a casa ver se está tudo em ordem!! – afirmei, esperando nada dar errado. Dirigi meu olhar a Zayn, esperando ele não fazer baboseiras – e ve se não arranja problemas, já tem idade pra isso!! Xau!! – falei, bati a porta. Saí, segui direito pra casa. Ainda era cedo, cerca de 6h30min da manha, marcava meu relógio… abri a porta, tentando não fazer barulho, tomei um susto… - Ahhh!! Poxa Louis, que susto!! – falei com voz acelerada, devido ao susto.

Louis: Desculpa… e-eu… - ele suspirou, a frase fora largada no ar, interrompida, apenas nossas respirações podiam ser ouvidas… eu teria feito algo? Terá algo acontecido? Eu nunca vi ele tao triste assim…já vi irritado, contente, irrequieto… mas nunca o vi desse jeito, nunca o vi tao desanimado…

Eu: Lo-louis… - segurei em seu rosto, ele me olha, seus olhos brilhavam… - o que se passa? Fala pra mim… por favor…

Louis: Eu tenho saudades… de nós… nós juntos…nossas brincadeira parvas… - ele sorri - eu não consigo ficar assim com esse idiota aqui… desculpa mas eu não consigo… - seus olhos brilhavam muito com a luz do sol nascendo ao longe… ele sai ca pra fora, juntando nossos corpos, abracei ele. Ele segura minha cabeça contra seu peito, beijando o topo de minha cabeça. Sinto a porta se fechar.

Eu: Eu… eu queria isso diferente… eu pensei em tanta coisa pra nós…  eu… eu não pedi pra ele voltar…

Louis: Não tem problema… não foi você que escolheu… - ele separa nossos corpos, me encarando - vamos sair daqui, dar uma volta… quero te levar a um sitio! – assenti. Começamos caminhando pelas ruas desertas… eu adorava caminhar, o silencio permanecia, embora um silencio acolhedor, caminhávamos juntos, ele abraçava minha cintura de lado, enquanto eu apoio minha cabeça em seu ombro. Depois de alguns momentos chegamos em um local vazio, apenas nós estávamos lá. Era um parque de diversões… Percebi depois a presença de algumas pessoas, elas começavam chegando aos poucos… como assim? São 7h da manha, isto está sequer aberto, eu posso entrar? Pelos vistos… sim!! Sorri ao olhar pra ele e ver um sorriso brincalhão nascer em seus lábios… - então… pronta?

Eu: Mais do que nunca!! – ele sorri sapeca, começamos a correr em direção aos carrosséis, feitos que nem duas crianças, e depois de alguns momentos aquilo já voava, eu gritava que nem uma louca, agarrando na mão de Louis – LOUISSSS SEU BUNDUDO, NUNCA MAIS ALGUÉM VAI ME COLOCAR EM CAROSSEIS!!! AHHHHHHH – ele me olhava enquanto aquilo dava voltas e mais voltas, ele ria que nem um idiota, por momentos fez-me sorrir a mim também com minha idiotice… finalmente parou… - eu.nunca.mais… - tentei acalmar minha respiração, muito acelerada, mas por muito que irritada com isso, eu ria que nem uma boba, via Louis quase rebolar no chão de tanto rir. – para com isso boo…eu. eu tava com medo e você ri de mim? Poxa…

Louis: Awnn não fica assim, só foi muito engraçado ver você espernear que nem uma louca ali no carrossel!!

Eu: Atá… esquece que alguma vez me conheceu então… - fiz cara feia, virando costas pra ele, sinto ele abraçar-me por trás, ainda rindo um pouquinho – ahh agora vem ter comigo né?

Louis: ohh não fica assim, vamos… sei lá… vamos dar uma volta ali, perto da piscina? – ri, enquanto me preparava para correr.

Eu: Pra isso tem de me apanhar primeirrroooo, xauu!! – comecei correndo, com o passar do tempo quase sentia meus pés voarem, eu não me lembro de correr tão rápido assim, senti passos pesados atrás de mim, ele estava perto de me alcançar, varias gargalhadas eram largadas no ar, eu corria por entre as pessoas, batendo contra elas, até que depois de alguma distância meus pés estavam já cansados e minhas pernas não aguentariam mais… - sinto alguém me tocar, ou neste caso, me agarrar e me jogar no chão com ela, sinto minhas costas baterem em algo suave, na relva…

Louis: Quem diria que você correria tão rápido hein? – ele fala ofegante, deitado por cima de mim, com os cotovelos no chão apoiando seu corpo cansado, me encurralando, eu não tinha por onde  sair mesmo… gargalhávamos juntos, olhei em redor… estávamos perto de um lago, completamente sozinhos… então minha respiração se descompassou ainda mais quando sinto sua respiração se cruzando com a minha, e seus lábios quentes tocarem minha testa, até descerem por minha bochecha e finalmente um selinho se formar, lentamente formado em um beijo mais forte… sentia que o clima ia crescendo, meu corpo aquecia aos poucos, então uma de suas mãos escorrega por minha perna, a elevando. Entrelaço meus dedos por entre seus fios de cabelo, rodamos, eu estava agora sentada em cima de seu abdómen, ele ria baixinho enquanto seu olhar se fixava no meu, sinto minha cintura sendo apertada. Apanho meu cabelo o amarrando de um lado, baixo meu tronco chegando novamente a seus lábios, enquanto sua outra mão livre levantava parte de minha camisola. Sinto algo por baixo de mim, então lembro que eu estava sentada em cima de seus abdómen, corei um pouco, envergonhada. – Não precisa ficar assim… afinal, você já sabia que tinha esse efeito sobre mim não é? – ele falava calmo, tentando me acalmar também, mas na realidade, eu não estava calma, eu estava em longe disso. Eu, bem… eu não era virgem, eu perdi minha virgindade com aquele filho da puta do joe mas… é diferente, com ele é diferente. Respirei fundo, libertando minha mente, ele era bem mais carinhoso e… eu posso mesmo dizer mais gostoso do que o joe! Embora ele fosse um idiota (joe), ele era gostoso isso sim, o rapaz desejado por todas as garotas da escola lá… mas para que isso se ele é um completo palerma?! Começo sentindo meu corpo rebolar, talvez fosse da minha imaginação mas… olhei então rapidamente e logo me apercebi que ambos acabáramos caindo dentro do lago… entrelacei minhas pernas em redor da cintura de Louis, enquanto ele segurava em minha cintura e eu apoiava meus braços ao redor de seus pescoço, nossos corpos molhados nos unindo ainda mais... Ambos gargalhávamos muito, como fomos cair dentro do lago? Uma pergunta interessante, porém… nem eu mesma sei responder. Olhei em seus olhos, ele me encarava já, sorrindo sempre a todo o momento…

Louis: Parece que não vai ser desta… - ele falou sorrindo de canto, com uma pontinha de malicia no olhar…

Eu: Parece que não… - retribui com um sorriso brincalhão…

 

Continua...

----------------------------------------Patrícia-----------

sábado, 26 de outubro de 2013

Imagine Zayn - Nothing Like Us

Música Nothing like us Justin Bieber

 

 

 (ouçam-na enquanto leem o imagine, mas leiam mesmo!!)

 

 

 

Louis P.O.V.

 

A sala estava cheia... essa era  a última vez ... ele tinha partido não fazia mais sentido continuar um sonho que era de cinco garotos!!

 

 


#Flashback on#

 


Zayn P.O.V.


Era mais uma manhã de sábado como todas as outras, onde eu estava livre do mundo, era apenas eu e ela, meu bem mais precioso. Acordo com os trovões e a chuva que caia lá fora, me levanto tentando não a acordar, sigo ate a á sala, pego meu caderno e me sento junto do piano tentando compor  novas músicas, esfrego meus olhos ainda quase fechados e meus dedos percorrem as teclas do piano tentando encontrar uma melodia que encaixe... nada!! Passados alguns minutos o silencio acaba, logo consigo ouvir música começar a tocar ... a s/n sempre acordava dançando, pondo música... no início eramos ambos rolando nossos corpos ao som da música, meu sorriso ainda existia ...

 

   

S/n: Bom dia principe!! – ela me dá um selinho e segue até á cozinha ... cerro os punhos tentando não gritar, coloco meus cotovelos sobre o piano e levo meu rosto o abafando em minhas mãos. Tudo o que eu menos queria era gritar com ela mas aquela música estava ecoando em minha mente, nossas memórias, e como eu era antes... eu precisava de me concentrar na merda da música porra!! Dou um murro nas teclas do piano, ouço um copo partir, provavelmente ela se teria assustado.

Eu: PODE POR FAVOR PARAR O CARALHO DA MÚSICA?  ESTOU A TENTAR ME CONCENTRAR PORRA! – falo sem a encarar mas logo sua mão toca meu ombro me voltando para trás lentamente, seus olhos brilhavam fortemente e se fixavam nos meus, a música havia parado, ela me encara uns minutos sem falar.

S/n: Zazza, desde do inicio dessa tour que a gente não teve mais junto ... será que você poderia por um segundo me dar alguma atenção?? – sua voz saia triste, desiludida ...

Eu: O que é que quer… é o meu trabalho!! – falo bruto.

S/n: Antigamente não era assim... – sua voz sai fraca, ela tenta conter as lágrimas segurando minha mão.

Zayn: AS COISAS MUDAM TÁ BEM??! – ela se encolhe um pouco quando minha voz soa mais alto soltando minha mão. – TOU FARTO ... farto de estar sempre ouvindo as fãs me chamarem de terrorista ou drogado ... EU SÓ FUMO!! HÁ ALGUM PROBLEMA NISSO??

Eu: Zazza... – ela se aproxima novamente de mim e me abraça depositando um beijo em minha testa. – Você é perfeito ... nã ...

Eu: No seu mundo, eu sou perfeito... agora me deixa trabalhar.

S/n: Eu só estava tentando te apoiar…

Eu: MAS EU NÃO PRECISO DE VOCÊ!!

S/n: O que é que se passa com você? – uma lágrima cai sobre seu rosto, ela a limpa com a manga da camisola minha que vestia. Não respondi apenas me voltei novamente pro piano abrindo meu caderno, sentia seu olhos postos em mim, meu coração batia acelerado em meu peito, eu nunca fiz ela chorar... ela segurava um copo de água que ia bebendo para se acalmar. Não conseguia tirar nada da cabeça, meu sangue fervia, levo meu braço ao tampo do piano jogando no chão tudo o que lá tinha inclusive o caderno as músicas, solto um suspiro abafado e agarro meus cabelos com força, tento recuperar minha respiração e logo olho pro lado, quando desvio meu olhar ela ainda estava no mesmo lugar, meu olhar se fixa nela e ela toma um susto deixando mais um copo partir, a água começa molhando meu caderno o agarro rapidamente, olho as páginas com todas as minhas letras amarrotadas e a tinta da caneta desbotada pela água ... FODASSE!! Jogo com o caderno num canto da sala.

Eu: TÁ MALUCA OU QUÊ CARACA??

S/n: Eu n-nã ...

Eu: OLHA PRA ESTA MERDA CARALHO!! SABE QUANTO TEMPO DEMOREI A FAZER TUDO ISSO?? – falo irritado com ela.

S/n: Eu já disse que f-foi sem querer!!

Eu: PORQUE É QUE VOCÊ NÃO VAI EMBORA??!! – falo sem pensar, as lágrimas escorrem pelo seu rosto - S/n ... eu não ... – que é que eu fui dizer porra??! Ela vira costas chorando, arranca seu casaco que estava á entrada e sai a porta, corro atrás dela rápido batendo forte com a porta. Continuava chovendo muito, em pouco tempo meu corpo gelou ... – S/n ... – consigo alcançar seu braço a prendendo contra mim.

S/n: DEIXA-ME ZAYN!! – as lágrimas dela confundiam-se com a chuva, levei minha mão ao seu rosto, ela soluçava, sentia seu corpo tremer...

Eu: Princesa... me desculpa, desculpa!! – falei encostando nossas testas. – Desculpa – falei mais uma vez.

S/n: Z-zazza ... eu ...

Eu: Eu amo você ... – deixo escapar um sorriso dos meus lábios, ela também sorri e coloca sua cabeça em meu peito, a envolvo em meus braços com força.

 

Seguro seu rosto em minhas mãos a aproximando de mim... a beijo, minhas mãos percorriam sua cintura, nossas roupas molhadas, nossas respirações se cruzavam entre o beijo, suas mãos envolviam  meu pescoço, começo dando passos lentos para trás, a chuva continuava caindo, seus lábios estavam molhados e quentes, ela envolve suas pernas em minha cintura sem parar o beijo, finalmente consigo chegar á porta de casa, a encosto sobre a porta fazendo pressão entre os nossos corpos, a seguro com uma mão enquanto a outra abria a porta, entro, ela fecha  a porta com o pé, suas pernas desentrelaçam de minha cintura e a coloco no chão ... nos deitamos ambos sobre a cama - Eu amo-te ... – minha voz sai trémula, sinto meu olhos se encherem de lágrimas. 

S/n: Também principe!!  - agarro sua cintura e ela coloca sua cabeça sobre a almofado enquanto eu acaricio seus cabelos, as lágrimas não paravam de correr meu rosto ....e no final de um tempo acabo por adormecer  – ZAYNNNNNNNNNNN – acordo num pulo com ela gritando meu nome.

Eu: Pesadelo??

S/n: Sim ... – ela diz assustada  com a mão em seu peito.

Eu: Vem cá princesa!! – falo dando espaço pra ela se sentar junto a mim e beijo sua testa. – Tá tudo bem sim!

S/n: Desculpa te acordar.

Eu: Legal ... deita aqui, tenho frio!! – abracei-a com força junto a mim e beijei seu pescoço. – Boa noite pequena!! – ela se remexe na cama e se chega mais pra mim agarrando minhas mãos.

De manhã quando acordo, ela ainda dormia, me levanto indo no banheiro, desço até á cozinha e vejo o copo partido, o caderno estragado, as imagens de ontem passam na minha cabeça ... Eu sou um monstro... olho a moldura com a nossa foto pousada no armário... Eu e s/n sempre fomos um casal feliz, o que houve para as coisas mudarem assim??... Sei que a culpa é minha mas desde que a nova tour começou que não consigo ter tempo para nós .... as saudades dela acabam comigo... e depois sempre todo mundo insultando o que eu faço ou as fãs falando pra eu morrer ... isso acaba comigo!! Começo apanhando os vidros partidos e os jogo no lixo... deixo um em minha mão ... me sento junto do piano e escrevo minhas últimas palavras numa folha do caderno ... me sento no chão com o vidro ainda em minha mão, sua ponta toca minha pele, um leve arrepio me percorre ... – ZAZZA!! – ouço sua voz, dou um leve sorriso e deixo uma lágrima cair, a ponta de vidro percorre meu pulso e o sangue vai saindo lentamente de minha pele, mordo meu lábio inferior ao sentir uma ardência na pele ... – Za-zayn ...  - ela para me olhando.

Eu: Sai ... – minha voz saiu fraca e rouca, ela se aproxima de mim e se ajoelha na minha frente.

S/n: Eu f-fico ... – sua voz saia triste ... senti uma dor em meu peito. Eu nunca a fiz chorar... eu não queria fazer ela chorar mas ultimamente  a minha raiva tem magoado outras pessoas ... eu amava-a não a queria fazer sofrer, mas a dor que sentia dentro de mim era impossível de lidar, queria simplesmente desaparecer ... deixar tudo ... deixar de ser alguém nesse mundo ... afinal não era isso que todos queriam??

Eu: MAS EU DISSE PARA IR S/N!! - a ponta do vidro vai mais profundo na minha pele agora, cerro os olhos pela dor que me causou, as gotas vermelhas de sangue iam caindo no chão branco da cozinha e escorrendo pelo meu pulso ... sua mão agarra meu pulso com força.

S/n: P-para zayn ... – eu estava desesperado, magoado, ... vazio ...

Eu: Dei...ixa-me em  paz – falo entre lágrimas, sentia meu corpo ficar mais fraco, ela chorava desesperadamente sentia suas lágrimas cairem no meu pulso já vermelho, olho-a por segundos, seus cabelos bagunçados, os olhos vermelhos de chorar, as lágrimas correndo seu rosto, sua respiração fraca, levo a mão a meu pulso o apertando, a dor era incontrolável.

S/n: Zayn ... você está bem?? – sinto seus braços em meu  redor a empurro bruscamente para trás ... fodasse, no que eu me estava tornando?? Sentia raiva de mim próprio ...

Eu: DEIXA-ME EM PAZ!! QUERO ESTAR SOZINHO!!

S/n: Você NUNCA vai estar sozinho Zayn ... eu estou aqui ... eu amo você!!

Eu: Porque é que está aqui?? – pergunto fraco, minha visão começava ficando desfocada. – Eu nunca te vou poder fazer feliz ...

S/n: Já faz Zayn ... por favor ... sê forte pela gente, por nós!!

Eu: Eu q-queria ...t-tanto que nunca visse o meu lado frio ... n...nunca te magoar ... e olha só!! – deixo minha cabeça tombar para trás contra o armário da cozinha, ela senta nas minhas pernas. – Porque é q-que me quer salvar depois de tudo??

S/n: Porque eu te amo ... – aproximo seu rosto do meu a muito custo, as dores eram enormes.

Eu: E-eu ... tenho pensado, pensando sobre a gente ... e-eu queria te poder dar tudo que voc-ce m...merece ... Porque nada ... nada me faz sentir como você faz ... s-sei que n...nunca encontrei um a-amor tão verdadeiro, n-ninguém  a quem  me possa ...ligar assim!!

S/n: Zayn ... não há ninguém como  você ... nós ...

Zayn: Me d-deixa falar tudo ...  – ela assentiu – Eu te dei t-tudo o ... o que podia dar... m-mas agora me sinto perdido n... antes e-eu fazia você sorrir, você me amar ...

S/n: Mas eu t...

Zayn: Shhh ... mas isso a-agora é passado ... a gente tem que terminar agora ... me diz só se ... se valeu a pena  pra você??

S/n: Zazza ... nós ...

Eu: Nós eramos perfeitos m...mas eu só quero que você princesa veja o melhor de mim ... – olhei para as nossas mãos entrelaçadas uma na outra, o sangue correndo entre elas, sentia-me fraco, comecei a deixar meus olhos fechar, meu corpo perder as forças e ficar frio, sentia as lágrimas dela molharem minha t-shirt. – Você me ama?

S/n: Claro ... – ela sussurra.

Eu: Vem aqui ... – peço para que ela deite sua cabeça em meu peito, lágrimas corriam em seu rosto e no meu ... ela percebia que eu me estava indo aos poucos. Sua cabeça se deita sobre meu peito, minhas batidas cardíacas diminuíam ... beijo sua testa, ela inclina seu rosto mais para trás e sela nossos lábios ... - Amo-te ...

 

 

S/n P.O.V.

 

Zayn: Amo-te ... – sua voz saiu muito fraca, tiro minha cabeça de seu peito e o olho ... seus olhos fechados ... desabo em  lágrimas ... corro a pegar o celular

 

 

#Ligação on#

 

Liam: Oi pequena! 

Eu: L...Liam ... o Zayn ... – eu apenas conseguia chorar.

Liam: S/n ... – sua voz era preocupada – onde é que o Zayn está??

Eu: O Zayn n...não ... ele cortou-se Liam e agora não acorda ... Por favor anda depressa!!

Liam: Eu estou indo ... fica calma.

 

 

#Ligação off#

 

 

 

Deito o meu corpo junto do de Zayn em poucos minutos o Liam aparece e o leva para o hospital, subo até ao quarto pegando numa roupa quente, já que chovia muito.

 

  

Antes de sair passo na cozinha para beber um copo de água e tento me acalmar, vejo a moldura com a aminha foto e do Zayn e minhas lágrimas voltam ... Confesso que odeio hospitais, desde de muito pequena que não lido bem com eles, quando nasci foi-me diagnosticado um problema no coração, eu não podia sofrer emoções muito fortes pois o meu coração poderia reagir mal e estes últimos tempos não trem sido fácil, nunca contei isso a ninguém, nem mesmo ao Zayn porque não preciso que tenham pena de mim...sigo até ao hospital, quando entro no quarto de Zayn os meninos já lá estavam.

Eu: Oi... – digo fraco

Niall: O que é que se passou?? – ele pergunta com a voz fraca tentando não chorar ou olhar para Zayn que estava deitado na cama de hospital.

Eu: Ele estava ... triste com tudo ... – não segurei as lágrimas mais uma vez, sinto Harry me abraçar de lado.

Harry: Está tudo bem – ele fala me agarrando contra si. Passamos algum tempo calados até me acalmar, limpo minhas lágrimas e vou ate junto de Zayn passando meus dedos sobre o seu braço, reparei em Liam que estava sentado junto da janela olhando lá para fora, ausente desse mundo, não sei o que ele pensava ou sentia mas de certeza que estava mal!!

Louis: Então cara  - ele começa falando para Zayn que continuava dormindo. – Você n-não pode m... – ele engole o choro – morrer ...

Liam: ELE NÃO VAI MORRER!! – ele grita com os olhos brilhando e se levantando – Já venho ... – ele fala frio enquanto sai batendo forte com a porta do quarto.

 

~Á  noite~

 

 

Médico: O Sr.Malik perdeu bastante sangue e encontra-se muito fraco... se não tivesse entrado na urgência poderia não conseguir resistir ... estamos fazendo o melhor para ele recuperar e acordar a qualquer momento.

Louis: Mas ele vai ficar bem??

Médico: Ele ...

Liam: Fale a verdade, não nos tente enganar – ele fala frio outra vez. Notava-se nitidamente que o Liam era quem mais estava sofrendo com isso, só a forma fria como estava agindo mostrava que estava muito magoado e quase se indo abaixo  ...

Médico: O paciente vai acordar, não lhe posso é garantir que se lembre de tudo... – o médico fala com algum receio das nossas reações.

Harry: Está dizendo q-que ele pode não se lembrar de nós??

 


 

Médico: Lamento ... mas sim ... – Niall se senta na cadeira escondendo seu rosto entre as mãos, vejo Harry e Louis se olhando e Liam puxa sua camisola para cima escondendo o rosto nela ... abro a porta do quarto e entro. 

Eu: Zayn ... porquê tudo isto??  ... Nem imagina como os meninos estão a  sofrer com isso ... eu preciso de você príncipe ... Não interessa o quanto os outros te dão valor, eu vou sempre achar que é a pessoa mais perfeita, a melhor coisa que aconteceu na minha vida!! – ele não falava nada, apenas havia o barulho das máquinas ecoando em toda a sala, minha mão segurava a sua.

 

Se passaram dois dias e ele nunca mais acordava, sentia-me acabada, não tinha dormido nada durante esses dias ... não haviam  novidades sobre se a memória dele poderia ou não voltar caso ele acordasse, estava sendo muito difícil, tanto pra mim como para os meninos que tinham todos os concertos cancelados, as directioners sempre estavam á porta do hospital tentando ver o Zayn ... como ele podia pensar que ninguém o amava se ele tem milhões de garotas chorando por ele, quatro garotos que o amam  e ... a mim!! Fui até casa e me deitei no sofá me cobrindo com uma mantinha, chovia lá fora, tal como no dia em que... sinto saudades dele, do seu perfume, do seu sorriso de o ter junto a mim me abraçando ... na televisão estava passando as atuações dos meninos no X-Factor, sinto um aperto no meu coração ao recordar a imagem de Zayn sorrindo, sendo feliz ... olho em redor da sala, no chão ainda estava o vidro, a mancha de sangue, a nossa moldura ... vou  junto do piano e passo meus dedos pelas teclas levemente. Ainda lembro a primeira vez que ele me ensinou a tocar.

 

 

Mais uma lágrima ... agarro seu caderno e esfolhei as páginas amarrotadas... havia uma folha no seu meio escrita ... eram tudo pequenas coisas que me faziam tanta falta ... queria-o de volta!!

 

Na manhã seguinte volto ao hospital, mal entro a porta do quarto o Zayn não estava mais deitado sobre a cama, fico assustada, quando me volto para trás vejo Harry me encarando com os olhos vermelhos ...

Harry: Ele ... – não ... não podia ...  sinto uma pontada forte no peito, perco as forças sinto o coração bater cada vez mais lentamente e apago .... – S/n ...

 

#Flashback off#

 

 

Louis P.O.V.

 

Niall pega seu violão e se senta nas escadas, pego o microfone e respiro fundo, olho na minha frente ... todas aquelas garotas, ver elas me fazia relembrar tudo o que nós cinco vivemos junto eu, Harry, Niall, Liam e Zayn!! Esse seria nosso último c uoncerto... provavelmente nunca mais nenhum de nós iria pisar ou mesmo conseguir pisar um palco ... 

Eu: Faz hoje uma semana que o Zayn ... – não consigo terminar a frase, parecia que tinha um nó na minha garganta ou secalhar simplesmente minha mente não queria acreditar que ele tivesse mesmo ido ... as garotas deixavam suas lágrimas cair. Uma lágrima cai sobre minha bochecha, sentia meus olhos ardendo.

Niall: O Zayn era um garoto espetacular, era muito especial para nós ... mas perdemo-lo ... talvez o mundo não tenha sido justo com ele, e ele ... simplesmente não aguentou mais ... – Niall tentava conter sua dor e não chorar, seus olhos cintilavam e ele ia dando uns acordes na guitarra tentando ser forte e não olhar as directioners.

Eu: O Zayn deixou uma carta e queríamos que todas vocês a lessem connosco, por isso escolhemos o dia de hoje ... – abro o papel amarrotado que encontrara em cima do seu piano.- “ Não é por acaso que as pessoas entram na nossa vida, nem por acaso que apenas algumas ficam ... Quero tanto que todo o mundo me perdoe eu não ser perfeito ... Mas se eu pudesse consertar tudo… eu o faria, daria tudo para o tempo voltar a trás e fazer com que nada acontecesse, daria tudo para vocês me puderem ver agora aí convosco ... mas não posso! Se eu naquela noite a tivesse apenas beijado, agarrado sua mão, tudo podia ser diferente... mas o tempo não para nem volta  atrás ...  Doi muito ouvir dizer que você não vale nada... sinto que não consigo encontrar meu lugar no mundo!! Apenas ela me faz sentir tão... eu mesmo!!  Cada dia que ela vai sofrer me vendo numa cama de hospital, posso já ouvir seu choro junto de mim, só quero que seja forte princesa e me deixe partir, a saber que ainda me ama!! – tento tomar ar e limpo meus olhos – Não queria que me visse morrer ou que as suas últimas memórias fossem do meu corpo gelado no chão, os olhos fechados ... mas sim eu sorrindo pra você!!  A todas as directioners desculpem mas eu não estava a aguentar ... Liam, Louis, Harry, Niall vocês mais que alguém sabem que eu vou sempre estar aí com vocês…“ – eram apenas essas as suas palavras ...
Toda a sala ficou em silêncio, não haviam palavras para descrever o que ele escrevera... queria fugir dali que aquele concerto acabasse finalmente ...

Eu: Sinto a tua falta mano ... – falo deixando as lágrimas escapar do meu rosto.

Liam: Nunca te vamos esquecer ... Obrigado por tudo... – Liam sorri entre as lágrimas e todo mundo bate palmas ...

 

 

FIM

 

Eu (Patricia) considero, sem dúvida, este o melhor imagine feito aqui no blog, não foi feito por mim, sim pela Andy... ela queria tornar ele emotivo, e se pela vossa parte não conseguiu, de mim conseguiu... espero que tenham lido ele com a musica dando, ela é realmente linda... quero saber as vossas opiniões, o que acharam dele, e pra além do mais... choraram? 

quinta-feira, 24 de outubro de 2013

Atividade Paranormal - 3ª Temporada - Capitulo 10 - Just friends

 

 

Eu: Talvez a gente ...

Zayn: ... possa tentar ...

Eu: ... amigos!

Zayn: a – amigos!

Eu: SÓ amigos!! – ficamos nos encarando por segundos, sentia um duro se formar nele á medida que o tempo passava.

Zayn: Fodasse ... Só amigos??

Eu: Não sei...

Zayn: s/n… - sussurrou, colocando uma de suas mãos em minha cintura e me puxando contra ele – sabe que isso é impossível… porque não tentar apenas… você sabe… - minha cabeça dizia que não, mas meu corpo continuava dizendo que sim. Sinto sua respiração bater em meu pescoço… percebo ele gemer baixinho, soltei uma risada…

Eu: Porque está agindo assim?? Ahahah – ele se afasta um pouco de mim.

Zayn: Poxa s/n, eu estava tentando ser sexy!! – ri, ele solta uma risada rouca também, me provocando um calafrio… mas que puta gargalhada sexy!!!

Eu: Você é idiota… e MUITO IDIOTA – ele me olha sério - mas continua sendo sexy!! – seu lábio estava preso entre os dentes, em um movimento rápido sinto ele me puxar forte contra ele, fazendo nossos corpos embaterem com força, me arrancando um leve gemido seguido de uma gargalhada…

Zayn: esquece… não dá mais! – ele fala ofegante, sinto seus lábios embaterem nos meus. Um arrepio percorreu meu corpo, sentindo seus lábios novamente nos meus… um beijo quente ia-se formando, suas mãos passavam por minhas costas, e outra por minha perna, a apertando… subo minhas pernas em redor de sua cintura, ele me segura e dá um apertão em minha bunda, sorrindo brincalhão de seguida.

Eu: Ahh você quer brincar? – falei sorrindo e mordendo o lábio, ele gargalhou. Mordi seu lábio, ele gemeu de dor e sorri de canto e malicioso, então logo sinto minhas costas embaterem na parede da rua com força e ele erguer uma parte literal de minha camisola. – Zayn… z. – falo entre os beijos – zaynnn… - tento me afastar, colocando minhas mãos em seu peito, ele me aperta mais contra seu corpo – Zayn!! Para porra! – falo gargalhando… eu não sei o que havia acontecido, mas algo em mim havia despertado, e eu estava mais sorridente do que nunca!! Isso não deveria estar acontecendo, eu deveria recusar esses beijos, que por melhores que sejam… eu não devia… mas sabe que mais… tal como ele disse, isso será impossível!! Apenas me deixo levar, sinto ele massajar minha barriga, mordo seu pescoço, ele sorri e pressiona mais meu corpo contra o seu, me encostando na parede fria da rua.

Zayn: Porquê parar, se eu sei que você está gostando?

Eu: N-ão..naa… - gemi internamente enquanto senti ele beijar meu pescoço e ele apenas sorri ao me sentir arrepiar – vamos para minha casa garoto!! - então minhas costas se descolam de lá enquanto ele caminhava pela rua aos encontrões pelas pedras do caminho, tropeçando, sinto meu corpo escorregar pelo seu, coloco meus pés no chão, caminhando para trás, enquanto ele me empurrava no caminho certo, continuando aos tropeções, uma de suas mãos segurava minha cintura, enquanto seus lábios envolviam os meus. Sinto meu corpo esquentar, puxo seus cabelos de leve enquanto me inclinava para chegar até seus lábios novamente, logo sinto sua mão me dar um tapa na bunda, eu diria forte, ele gargalhava enquanto mordia os lábios em aprovação… - para idiota!! Que coisa, o que tem o meu rabo dessa vez garoto?? – faço cara feia, ele ri.

Zayn: É gostoso… - ele comentou - mais alguma coisa, ou podemos continuar?? – ele fala e sorri malicioso enquanto me olhava. Olho-o em reprovação até meus pensamentos de futura vingança serem interrompidos por um novo beijo ser formando, depois de alguns passos minhas costas embatem em uma porta, olha para trás e vejo que era a porta de minha casa. – Está aí alguém? – ele sussurra baixo pra mim, ofegante e esperando por minha resposta. Respiro fundo e pego minhas chaves, coloco na porta de casa e a abro, sem nem dar conta em um movimento rápido meu corpo é empurrado contra a parede e minha perna elevada, ele se colocava por entre minhas pernas, me encurralando, seguro em seus cabelos e puxo forte, fazendo ele suspirar, tento perceber se alguém estava em casa, mas minhas atenções eram puxadas para Zayn. Suas mãos passeavam por todo meu corpo, irrequietas, eu apenas permanecia segurando em seus ombros e em seu cabelo, várias mordidas eram deixadas em meu pescoço, me arrancando suspiros. Segundos depois sinto meu corpo “voar” para outro lugar, batendo nas coisas, até que uma jarra havia caído ao chão, e o barulho fora enorme… rezei para que ninguém estivesse em casa no momento…

Eu: Zayn caralho você está doido? – sussurrei o olhando feio, para que ninguém nos escutasse.

Zayn: Por você… - ele deu uma pegada em minha cintura, colando nossos corpos… ri de seguida, continuamos caminhando em direção a meu quarto. Meu corpo largado na cama, enquanto minhas roupas eram arrancadas, seguidamente das suas, nos deixando em roupas interiores, seus beijos desciam por meu pescoço, passando por meu peito, mordiscando lá, suspirei, sinto meu sutiã ser arrancado e sua boca percorrer meu corpo, por impulso arranho seus ombros… - fodasse s/n… - ele geme em reprovação, sorrio vitoriosa, ele iria saber o que era sofrer dessa vez…

XXX: S/N!! QUE PORRA É ESSA GAROTA?!

Eu: CARALHO MADDIE!! SAI, AGORA!!

Maddie: S/N!!! SE O SEU PAI APARECE NÃO VAI GOSTAR!!

Eu: VOCÊ NÃO TEM NADA A VER COM O QUE EU FAÇO, SAI AGORA!! SE EU QUISER FAZER SEXO COM UM GAROTO, EU FAÇO, NÃO FAÇO COMO VOCÊ QUE TEM QUE ANDAR ATRÁS DE HOMENS CARENTES PRA ARRANJAR ALGUÉM NÉ?

Maddie: S/N!! – visto meu sutiã, enquanto Zayn vestia suas roupas rapidamente. Depois de alguns segundos, nossas roupas já estavam em nossos corpos novamente, sai, bati meu ombro no dela, Zayn caminhava atrás de mim, apenas puxei ele e segurei seus cabelos e o beijo, mesmo na frente dela… ela me olhava sem acreditar no que eu estava fazendo…

Eu: vamos Zayn!! Podemos continuar isso em outro lugar!! – caminhamos em direção a porta, Zayn já se encontrava do lado de fora, enquanto saía falei pra ela – ah!! Esqueci dizer, a jarra partiu enquanto eu caminhava até meu quarto com o Zayn, estávamos demasiado ocupados em outra coisa percebe? Se calhar não sabe o que é, mas já tem idade disso, né maddie?? – falei, gargalhei saindo. Zayn me olhava malicioso – fica sabendo que nada do que eu disse é por ser você!! E nem vamos continuar mais nada!! Eu só falei isso pra foder a maddie!! – ele me olha suspirando, sorriu em seguida. Segui meu caminho.

Zayn: Vamos ter com o pessoal?

Eu: Sim! Deixa eu só passar num local!! – desço a rua e entro no cemitério, lá estava a campa de patricia, junta com a de liam, fiquei apenas a observando e relembrando todos os nossos momentos… uma lágrima correu por meu rosto, senti um calafrio percorrer meu corpo. Fiquei parada durante uns tempos… fui ter ao pé de Zayn...

 

Continua...

----------------------------------------Patrícia--------

 

terça-feira, 22 de outubro de 2013

Aviso

 

Hoje não vai dar mesmo pra postar!! Sorry!!! Eu prometo que amanhã já cá estará um novo capitulo da Atividade Paranormal!! Só vim cá mesmo  pra avisar isso!! Desculpem... Amanhã já terão novos capítulos!!

sábado, 19 de outubro de 2013

Irresistible - 2ª Temporada - Capitulo 14 - Malik

OOOOIII!! Então, pra compensar o tempo que não postamos, esse capitulo ficou maior!! Espero que gostem e que não tenham ficado zangadas né?? Ihihih bjssss e comentem!!

 

Fomos até ao bar e nos sentamos em uma mesa esperando nossos pedidos chegarem, começam se ouvindo gritos pela praia e meu olhar logo se dirige para o que estava acontecendo, uma multidão de garotas se concentrava em roda mesmo na nossa frente, pouco tempo depois sai de lá e os meninos mais alguns amigos deles, que eu já tinha impressão de conhecer de outra festa, Niall vinha junto de Liam e Louis, uma rapariga de cabelos loiros vinha junto deles agarrando o braço do Josh, acho que era esse o nome dele, vejo surgir atrás dela Harry, meu corpo esquenta um pouco mas ao mesmo tempo se arrepia, vejo Perrie o olhar de um jeito estranho, forço meu olhar a não se direcionar para ele, um braço envolve meus ombros e se senta bruscamente junto a mim quase me jogando fora do banco, mas suas mãos me equilibram juntando nossos corpos e os fazendo chocar um no outro, ele sorri contra meu pescoço me deixando incomodada.

Josh: Hey babe!! – ele fala ainda sem me largar, dou um sorriso forçado, vejo Lottie quase nos matar com o olhar, ela levanta  a sobrancelha quando Josh a olha sorrindo  e se levanta indo dançar – Não ligue, ela é muito ciumenta!! – ele sussurra em meu ouvido. Sentia que deveria perguntar por Zayn, mas essa não deveria ser a melhor altura ainda pra mais com o Harry ouvindo. Todos se começaram levantando pra ir dançar, apenas fiquei eu, jade e Louis, sinto o mesmo toque de á pouco tempo me agarrar a cintura por trás, Josh coloca seu queixo sobre meu ombro. – Vem me fazer companhia?? – minha mente me mandava ficar ali ou essa noite poderia correr mal, mas meu corpo me implorava pra eu ir com ele. – Vai, qual é princesa eu não te vou fazer mal ... pelo menos não frente a todo o mundo né?!! – ele fala de zoação comigo, deixo escapar uma gargalhada, me volto no banco e ele me dá sua mão. Passei quase uma hora dançando com ele, tenho que confessar que o Josh é atraente, cada musculo se sobressai na sua pele morena ao ele se movimentar, não topo nem uma imperfeição em seu rosto, acho que a música foi fazendo efeito sobre nós e nos fomos aproximando, as suas mãos percorriam as curvas do meu corpo suavemente pressionando em minha cintura algumas vezes, ele leva meu tronco abaixo e o volto a elevar nos deixando muito próximos.

 

 

 

Josh se inclina um pouco mais pra mim, minha mão ainda segurava seu pescoço... consigo me aperceber de que Harry nos olhava encostado no balcão, sei que pode ser estúpido mas sinto ele ficar um pouco nervoso quando me vê tão próxima de Josh, seu olhar acompanhava os nossos movimentos que eram mínimos, via ele abanar sua perna como se estivesse impaciente para que nos soltássemos. Me solto dele lentamente e dou um sorriso, fomos até á mesa onde estávamos antes, Harry também vem ter connosco, me sento junto da Perrie e do Liam e o Josh vai pra junto da Lottie que já estava mais animada agora, provavelmente efeitos do álcool!! Sentia-me um pouco deslocada daquele mundo, já todos estavam um pouco fora de si ... como em todas as festas!! Eu já devia esperar que isso acontecesse mais uma vez!!

Niall: OI PESSOAL!! – todos o encaram sério – Mais uma rodada!! Pago eu!! – ele fala dando de ombros, todos começam batendo com os copos na mesa e gritando, o garçon nos vem servir mais bebidas, recuso a minha, todos me olham mas não ligo. Passado mais um tempo ... ok eles estavam praticamente caindo pro lado, o Niall já estava mesmo dormindo na areia. A praia começava esvaziando, apenas restávamos nós, me sento perto do mar molhando apenas meus pés ...

 

Zayn P.O.V.

Há tantos espaços vazios que não me estão deixando continuar em frente, mundos tão distantes dos dela ... sem ela dentro de mim ... Eu tentei continuar como se ela nunca tivesse existido, tentei ficar acordado mas meu mundo estava adormecido, rezava cada noite para que meu coração deixasse de a sentir!! Mas sem ela tudo parece tão incompleto, pareço estar em mundo sozinho ...  Não quero continuar isso, não quero a deixar, não quero me sentir incompleto nem que meu coração tente mais uma vez a mandar partir!! Peguei as chaves do carro e dirigi até á casa dela talvez a fosse encontrar lá...


S/n P.O.V.

XXX: Quer ir embora?? – alguém pergunta mesmo atrás de mim, não olho quem falou e apenas respondo irritada me levantando.

Eu: É CLARO QUE EU Q... – me volto para trás batendo contra Harry. – NÃO!!

Harry: Hey qual é a sua?? Você disse que sim, só porque sou eu já tá dizendo não né!!

Eu: É, tá com problema é??!!

Harry: Fodasse ... irritante como o caralho!!

Eu: Você é mais!!

Harry: Vem ou quê??

Eu: Tá me esperando??

Harry: O que você acha?!! – ele pergunta como se fosse óbvio.

Eu: Não sei, você não fala!!

Harry: Poxaaa!!  SIMMMM tou te esperando!!

Eu: Eu não disse que ia!!

Harry: Vá se foder ... – fala baixo e dá de costas ... idiota!!

Eu: HEYY!! – ele se volta para trás. – Espera um pouquinho, eu vou!!

Harry: VOCÊ QUÊ??

Eu: EU VOU!!

Harry: REPETE, NÃO OUVI!! – ahh esse moleque estava de zoação comigo!!

Eu: SEU FILHO DA P...

Harry: OI??

Eu: Seu idiota, corno, cabrão de merda ... – falo pra mim enquanto vou até junto dele – Eu disse que ia com você caralho – digo dando uma tapa no seu ombro, ele dá um sorriso mordendo a língua, seguimos junto até ao carro. Entro o carro, o resto da viagem foi em silêncio, acho que nenhum de nós tinha nada a dizer ao outro depois de tudo... mal parou o carro reparo em um outro carro junto á minha casa ... Zayn!! Meu coração nem podia acreditar, acho que nem pensei em agradecer a boleia ao Harry, apenas saí disparada pela porta e corri até ao portão.  – Zazza!! – falo com toda a emoção que minha voz e meu olhar podia transparecer nesse momento ... ele me perdoara??

Zayn: Senti sua falta ... – ele agarra fortemente corpo contra o seu, envolvo meus braços em volta de seu tronco  e ele passeia suas mãos em minha cintura enquanto seus lábios tocam meus cabelos já todos bagunçados.

Eu: Desculpa, desculpa, desculpa ... – falo baixo sem descolar de seus braços ...

 

 

~1 mês depois

Zayn P.O.V.

 

“ Hey principe fui na minha aula de dança, beijo!!

P.S: Amo você” – Mais uma mensagem dela ... ela andava estranha desde que a gente voltou, parece que fugia de alguma coisa!! Eu, o Liam e o Niall voltamos a viver cá em casa, as coisas entre mim e o Harry ainda não estão muito bem, a gente sempre dá um “oi” quando se vê mais nada, o Simon anda stressado com tudo isso mas tento não ligar. A s/n sempre arranja jeito de não estar em casa connosco, até mesmo a Perrie já reparou. Me deito sobre o sofá assistindo um filme, eram onze da noite e ela ainda não tinha aparecido, estava quase pegando no sono quando ouço a porta se abrir, desvio meu olhar pra lá...

S/n: Hey Zazza!! – ela fala enquanto pousa as chaves sobre a mesa de entrada e vai tirando seus ténis.

Eu: Eu estou a ficando farto disto s/n. – digo a empurrando contra a parede e fixando nossos olhares, podia senti-la ficar tensa.

S/n: Tá a falar do quê?? – ela pergunta.

Eu: Você está diferente garota!! Parece que tenta fugir a todo o momento.

S/n: Poxa Zayn pode parar com essa merda!! – ela fala se remexendo um pouco e cerrando os olhos de dor, solto seus pulsos um pouco sem os apertar tanto e ela me olha novamente.

Eu: Tá fugindo de que??

S/n: OUTRA VEZ COM ISSO ZAYN!! CHEGA PORRA! – tentei não me enervar, mas não conseguia mais me segurar, solto-a e cerro meus punhos, ela se afasta de mim chuto a mesa de entrada fazendo a jarra que estava em cima partir, dou um murro na parede e quando me volto para trás ela me olhava assutada. – Zayn ... – a voz dela sai trémula, seus olhos brilhavam.

Eu: CALA-TE, CALA-TE CARALHO!!

 

S/n P.O.V.

Me sentia assustada... ele dá alguns passos para trás se encostando na parede enquanto segurava sua cabeça entre as mãos sem me olhar, apetecia-me dizer tudo o que sentia, se ele se sentia irritado eu também, meu medo misturava-se com minha raiva ...

Eu: SIM EU ANDO A FUGIR ... E DAÍ V-VO... – ele não me deixa terminar de falar e logo volta a agarrar meu pulso quase que travando meu sangue ali, deixei escapar um gemido de dor mas ele não me soltava ... sinto ele me puxar ainda mais pra cima deixando nossos rostos á mesma medida um do outro. – ZAYN ESTÁ A ME MAGOAR!!

Zayn: Anda a fugir?? – ele pergunta mas desta vez mais frio, uma dor percorria todo meu pulso e até mesmo meu corpo já.

Eu: O que vo-você t... tem haver c-ccom ...is...sso?? – falo mordendo meu lábio inferior para tentar segurar os gemidos de dor que saiam da minha boca.

Zayn: FALA FODASSE!! EU SOU SEU NAMORADO TENHO DIREITO DE SABER!!

Eu: Caralho l-larga-me Zayn!!

Zayn: Anda a fugir do quê?? – sua voz sai mais calma, meus pulsos sentem um alivio quando ele os solta vagarosamente, fico calada e olho as manchas que se formavam neles.

Eu: PARVO!! – sinto uma lágrima correr meu rosto, ele nunca tinha sido assim comigo, mais que isso ele estava sendo bruto, frio ... tudo o que não era antes!! Começo subindo as escadas, eu não suportava mais esse lugar. Eu sempre tentava fugir sim, mas não pelo Zayn simplesmente não suportava estar no mesmo lugar que o Harry todo o dia!!

Zayn: ONDE VAI??

Eu: EU VOU EMBORA, TOU FARTA ... F-FARTA DISSO TUDO, dessa casa, desse mundo DE TUDO! – ele sobe as escadas apressadamente agarrando firmemente meu braço.

Zayn: VOCÊ F... – ele tenta recuperar folego – FICA! – suas mãos vão até meu rabo e fazem minhas pernas entrelaçar em sua cintura num movimento rápido e abraçando minha cintura firmemente. Minhas mãos envolvem seu pescoço e ele me beija, seus lábios devoram os meus agressivamente, ele sobe as escadas que restavam em passos largos me suportando em seu colo enquanto mordia meu pescoço e passava aí sua lingua fazendo leves arrepios me percorrerem, sua mão abre a porta do quarto sem nunca me largar, ele me joga na cama bruscamente e sobe em cima de mim arrancando minha blusa e desapertando seu cinto, a respiração dele era pesada, seus olhos transbordavam de desejo em ver meu corpo mesmo debaixo do seu  – Eu não posso perder você outra vez -  ele se volta a inclinar sobre mim, e me beija agora de um jeito como se não me pudesse perder ... e na verdade não ia!! Suas mãos passeiam pelas minhas pernas descobertas e rapidamente minha saia estava jogada num canto do quarto ... seus dedos entrelaçam nos meus

Segundos depois já não nenhum de nós tinha roupas, uma ardência enorme percorre minha garganta quando Zayn introduz seu membro em mim, minha voz saiu rouca e falhando ... ele apenas fazia movimentos cada vez mais fundos, cravava minhas unhas em sua pele arranhando suas costas, provavelmente o estaria magoando mas ele também estava a fazer isso comigo!!
Eu: i ... idiotaaa – um calor invadia meu corpo nesse momento, apesar do jeito brusco dele o prazer era avassalador, ele fazia trilhas de beijos desde meus lábios ao meu umbigo…

Zayn: Estou farto disto ... – ele fala com a respiração falhando – O Simon ... s-sempre tentando mandar ... – ele faz mais pressão com o seu corpo contra o meu - ... n...na minha vida ... – ele ia cada vez mais fundo e com mais força enquanto agarrava minhas ancas firmemente deixando mesmo a marca dos seus dedos em minha pele. – e depois ...você é-é t ... – ele penetrava com mais força, agarrava os lençois para tentar não gritar e arqueava minhas costas inclinando a cabeça para trás – t...tão perfeita!! – seus lábios sugam minha pele junto da orelha agarro seus cabelos com força ... essa dor que eu sentia se transformara em prazer, nossos gemidos e nossas respirações descontroladas enchiam o quarto. Seus braços agarravam meu corpo e seus dedos acariciavam minhas costas indo até meus cabelos suados. As estocadas dele eram cada vez mais fundas, acho que meu corpo não aguentava mais ...

Eu: Za-azza ... eu n...nao ag... – ele encosta sua testa sobre a minha nossos corpos estavam quentes, seus olhos brilhavam, ele fixa seu olhar no meu como se me suplicasse para eu aguentar mais ... ele vai abrandando seus movimentos, tento recuperar minha respiração, a mão dele estava agora sobre meu peito sentido meu coração ainda bater aceleradamente ... – Zayn ... – minha voz já faltava.

Zayn: Po-posso?? – ele fala calmo apenas assenti e ele novamente começa com seus movimentos. Percebi que ele continuava quente, que seu corpo implorava pelo meu como nunca antes, então seus movimentos começavam acelerando novamente, agarro os lençois forte, meu corpo não iria aguentar muito mais… então eu sinto um liquido quente… ele solta um gemido alto, seguido de uma mordida de lábios. Tentando recuperar o folego ele me dá um outro beijo quente e se deita a meu lado… deixei minha cabeça tombar pro lado e fechei os olhos, sinto Zayn depositar  um beijo sobre a minha bochecha e ele abraçar-me!! – Amo-te!!

 

Continua...

-----------------------------------------Andy---------------