quarta-feira, 13 de julho de 2016

Imagine Harry -Temporary Bliss

    
"Cometi tantos erros que não tenho dedos suficientes para contá-los. Espero que saibas que tentei ser o melhor que podia para ti, mas o meu melhor simplesmente não é suficiente.
      Então perdoa as minhas saídas enquanto esperavas por mim em casa para que pudessemos ver um filme até adormecer. Perdoa a minha ignorância quando me tentavas fazer ver a realidade. Perdoa a minha arrogância e falta de sensatez. Perdoa tudo, perdoa-me a mim, pois o meu melhor nada se compara ao que mereces.
      Afinal de contas, o meu melhor era uma merda não era? Pensar que estava a fazer a coisa certa e no fundo fazer tudo ao contrário. Deixava-te a discutir para as paredes para não dizermos coisas da boca para fora... deviamos dizer as coisas da boca para fora não deviamos? Devíamos discutir, partir copos e armários, partir tudo o que fosse necessário, perder a voz e a cabeça, até que lentamente percebecemos o quão ridículos eramos e o quão desnecessária era a discussão. Até que percebemos que o amor que nos unia era mais forte que as diferenças que nos separavam. Mas eu nunca fiz isso. Pelo contrário, eu fazia exatamente o oposto.
      Então quero pedir-te desculpa, por tudo o que prometi e não cumpri. Por tudo o que desejamos e não concretizamos. Deixei que a nossa relação tomasse um rumo que não conseguia controlar, deixei que acreditasses que tudo estava bem quando no fundo, nenhuma das peças encaixava. Desculpa-me se te deixei pensar que tudo ia resultar. Acho que sempre soube que não. Mas eu queria tanto poder mudar e viver esses sonhos contigo! Mas parece que de repente toda eu mudei. E hoje, já não quero casar na igreja, já não quero uma enorme casa nem piscina, já não quero filhos nem responsabilidades. Tenho a certeza que vou sentir saudades do cheiro a café todas as manhãs, de pentear o teu cabelo encaracolado e de apreciar os teus olhos e covinhas. Mas preciso de tempo, de ar e de respirar profundamente, de concentrar-me em mim por um pouco e não apenas em ti. Desculpa ser tão bruta contigo, mas só assim sou verdadeira comigo. Eu Amo-te, mas já não estou apaixonada por ti. Foram precisos 4 anos para perceber isso. Que só quero aproveitar uma vida sem compromissos sabes? E sem depender do teu sorriso, sem precisar de um carinho teu de vez em quando. Não. Talvez possa voltar a querer tudo isso e já seja tarde de mais, mas quero cair e levantar-me sozinha sem a tua ajuda.
      No fundo, quero ser alguém e não a tua sombra.
      Talvez tenhas sido o maior erro da minha vida, mas foste o mais belo erro que possa ter cometido".